Disney Parques

Dicas certeiras para aproveitar bem a Disney com crianças pequenas

Por Priscilla Perlatti

Truques que ajudam as visitas aos parques serem mais proveitosas para toda a família

Dicas certeiras para aproveitar bem a Disney com crianças pequenas

Não é segredo nenhum que o maior segredo para viajar com crianças pequenas é respeitar o ritmo delas. Esqueça os dias batendo pernas por mais de 8 horas seguidas e terminando com um jantar em um bistrô romântico. Férias em família é sinônimo de exercitar paciência e resiliência. E, se bem plajenadas, um tiquinho de relax.

Quando esses dias de descanso incluem parques temáticos, atrações, paradas, filas, Mickey, Donald & cia., alguns truques básicos são a chave para garantir a diversão e bom humor de todos os passageiros:

  • Escolha uma época fora da alta temporada: aproveite que as crianças ainda são pequenas e fuja das férias escolares e feriados concorridos como Natal e Ano Novo;
  • Não queira brincar em todas as atrações de todos os parques: ajuste as expectativas para evitar frustrações;
  • Chegue cedo nos parques: de preferência uns minutos antes da abertura oficial. Isso garante menos filas e menos muvuca. 
  • Carrinho de bebê é fundamental: mesmo para os maiores, que já não usam carrinho no dia a dia, será uma ajuda naquelas horas de cansaço e birras iminentes. É possível comprar ou alugar lá, se você optar por não levar o seu de casa;
  • Faça uma mala/mochila de mão básica: coloque tudo o que pode te ajudar a tornar o dia no parque mais prático, como fraldas extras, uma troca de roupa, lanchinhos, água, protetor solar e um casaco;
  • Ficar em um dos hotéis dentro da Disney pode ser bem conveniente: a proximidade dos parques é apenas um dos vários benefícios que vale o investimento. É muito bom poder voltar facilmente para o quarto, tirar uma soneca e retornar aos parques mais tarde, quando todos estiverem dispostos novamente;
  • Todos os parques têm um Baby Center bem equipado: é uma sala climatizada com infraestrutura completa onde as mães e os pais podem alimentar os pequenos, trocá-los e ficar o tempo necessário. Localize-o no mapa assim que chegar a cada parque;
  • Programe pausas: para lanchinhos, refeições ou apenas para contemplar a paisagem. É preciso um tempo para os pequenos (e os grandes, também!) processarem todas as novas informações vividas e registradas neste lugar mágico e tão diferente;
  • Planeje as atrações imperdíveis: especialmente se o seu filho tiver um personagem favorito, pesquise se a atração é adequada para a criança e inclua no roteiro; 
  • Respeite os limites de cada criança: e isso inclui os medos. Se eles manifestarem medo de algum personagem (e isso é bem frequente) ou brinquedo, não insista. Não faltarão oportunidades para eles voltarem e aproveitarem a Disney de maneiras diferentes;
  • Existe um serviço de babás que atende os hotéis de Orlando: se precisar de uma força durante o dia ou mesmo se os pais resolverem aproveitar as opções de entretenimento adulto que a Disney oferece, é possivel contratar cuidadoras especializadas. Leia aqui como foi minha experiência quando contratei esse serviço
  • Considere levar ajuda: essa pode ser uma boa oportunidade para programar uma ida da grande família e convidar vovó, vovô e os tios para uma super viagem à Disney