Diversão

11 ideias para curtir as férias com as crianças

Juntamos dicas criativas para entreter os pequenos durante o recesso escolar do verão

11 ideias para curtir as férias com as crianças

Férias a todo vapor e, como nem sempre é possível fazer uma grande viagem em família, o jeito é encontrar alternativas para entreter a garotada.

O bom é que dá para sair da rotina mesmo sem sair da cidade, sabia?

Conversamos com algumas mamães e reunimos aqui dicas interessantes e criativas para você colocar em ação com os pequenos nessas férias.

1. Brincando de chef de cozinha

Quando o assunto é comida, a diversão é garantida entre mães e filhos. A ideia da brincadeira é juntar o apetite com a vontade de aprender. "Adoro cozinhar, mas nunca tenho tempo. Meu filho até que come bem, mas quando me ajuda na cozinha, come muito melhor. Então, gosto de criar pratos gourmet e saudáveis em versões kids: tudo muito colorido e com aparência bonita e divertida. É uma ótima forma de juntar um hobby meu a algo funcional para a saúde do meu filho, além de ele se sentir mais útil e realizado por poder me ajudar", conta a coach Raphaela Maia, mãe do pequeno Fran, de 3 anos.

2. Viagem rápida e divertida

Mesmo que você não tenha tempo - ou dinheiro - para viajar por muito tempo nas férias das crianças, que tal pensar um minipasseio em algum sítio ou parque perto da cidade? Raphaela está planejando fazer da primeira "viagem" do filho uma grande aventura. "Quero levá-lo a um lugar em que pudéssemos acampar, estar em contato com a natureza, os animais, ar puro, em uma casa de campo ou sítio, e montar a barraca ao lado de fora. Assim, se eu precisar de algo importante, terei tudo à disposição, mas ainda vai dar para curtir os sons noturnos, ter mais contato com a natureza, observar o céu e estimular a imaginação dele", diz.

3. Fazendo arte

Já que os pequenos têm energia para dar e vender, que tal aproveitar tudo isso de forma artística? A mamãe Tatiane Lisboa adora fazer o que ela chama de "dia da pintura" com o filho, Luiz Guilherme, de 5 anos. "Colocamos tintas no chão de casa e pintamos a tarde inteira", conta. Uma ideia legal é disponibilizar cartolina para os pequenos e, assim que a tinta secar, colocá-la em uma moldura - a arte vira um quadro para decorar o quartinho.

4. Atividade extracurricular

Mesmo de férias, os pequenos podem - e devem! - continuar a aprender. Tatiane Lisboa sempre leva o pequeno ao cinema, em exposições e também para assistir peças teatrais infantis. "Ele ama e fica supercurioso", acrescenta. Aliás, uma dica para quem também quer aproveitar a agenda mais livre é o filme “O Bom Dinossauro", nova produção da Disney-Pixar. A animação é uma verdadeira explosão de criatividade: mostra como seria a vida (e as relações) se os dinossauros nunca tivessem sido extintos da Terra. Arlo e Spot formam uma dupla nada convencional e vai deixar as crianças animadas e curiosas. Veja o trailer abaixo:

5. Dia ao ar livre

Com as temperaturas agradáveis, que tal passar o dia todo explorando a cidade e os parques?! Tatiane leva o pequeno Luiz Guilherme para andar de skate em áreas verdes e públicas de São Paulo. Assim, ele aprende um novo esporte, socializa com outras crianças e também faz exercício físico. A coordenadora pedagógica do Colégio Teresiano, da PUC-Rio, Marília Dias, dá uma superdica: "Vale até dar uma volta no quarteirão de casa para ver as árvores da vizinhança, identificando cada uma delas depois. Descubra nomes científicos, quais seus frutos. Pais e crianças aprendem juntos!”, sugere.

6. A origem de tudo

Essa ideia é para deixar as crianças ainda mais curiosas e animadas com as brincadeiras durante as férias. A pedagoga Marília Dias aconselha apostar em uma verdadeira missão: desenhar uma árvore genealógica. "Com papel, fotos e boa memória, os pais explicam aos filhos como a família foi se formando até a entrada deles em cena. Os avós também podem ser entrevistados para aumentar a história, mostrando as raízes e origens de cada membro da família", explica ela. 

7. Ajudando o próximo

Já que, durante as férias, as crianças acabam nem vendo os amiguinhos da escola, a ideia é criar novas amizades e ainda fazer o bem. A pedagoga aconselha visitas a abrigos de idosos, hospitais, creches: "Esse pode ser o primeiro passo para ações sociais futuras", acredita. Desse modo, os pequenos interagem com realidades diferentes da sua, ficam mais atentos aos desperdícios de alimentos, ao consumo excessivo de objetos materiais e se tornam mais "humanos".

8. Acampamento

Taí uma ideia criativa: brincar de acampamento dentro de casa. A pedagoga Ellen Flor sai da rotina com seus três filhos de forma simples. "São necessários somente um lençol ou tecido grande, cadeiras ou camas ou sofás. Dá para acomodar ainda almofadas, lanternas, livros de histórias. Meus filhos amam", conta a mamãe de Letícia, de 7 anos; Davi, de 1 ano e 9 meses; e Levi, de apenas 1 mês.

9. Decorando o quartinho

Depois de doar roupas e móveis que já não serão utilizados, Ellen Flor organiza uma nova brincadeira com os pequenos: repaginar os quartos. "Cada criança escolhe um tema para seu próprio espaço e opta por diferentes móveis e acessórios. Vale também emoldurar desenhos que eles mesmo fizeram e espalhar pela casa. A decoração fica com um toque de cada um”, diz.

10. Caça ao tesouro

A ideia é prática e manterá os pequenos ocupados por horas durante os dias de férias. Ellen conta que esconde algum objeto e os filhos saem juntos em busca dele pela casa. "Quem encontrar é o próximo a esconder”, explica. Para deixar a brincadeira ainda mais interessante, vale criar prêmios para quem achar o maior número de objetos mais rápido.

11. Assistindo TV de um outro jeito

Mesmo com tantas atividades, às vezes é inevitável que as crianças fiquem algumas horas de frente para a TV. Mas, para o diretor pedagógico Ascânio João Sedrez, do Colégio Marista Arquidiocesano, essa também pode ser uma "brincadeira" educativa que os pais podem participar. "Assista TV junto com as crianças e os estimulem a fazer perguntas sobre o que veem: personagens, linguagens. Crianças e adolescentes precisam que seu pensamento crítico seja estimulado. Registre em um quadro alguns aspectos a serem observados nos vários tipos de programas de TV e aprimore o diálogo em casa sobre esses pontos", aconselha.

(Foto: Getty Images)