Bebês

Cronograma de uma gravidez tranquila

Por Marina Breithaupt

Com tantos preparativos e ansiedade, a gravidez pode se tornar uma correria. Saiba como se preparar

Cronograma de uma gravidez tranquila

Não é uma regra, mas o corre-corre para preparar a chegada de um filho é quase inevitável. 

Mesmo estando na terceira viagem, ainda me pego fazendo listas mentais e com um certo frio na barriga quando percebo que não dará tempo de fazer isso ou aquilo. Será que conseguiremos deixar tudo pronto para a chegada da nossa terceira bebê? 

Eu me programei muito desde o início e, ainda sim, posso te dizer que há providências que deixei de tomar e coisas que já gostaria que estivessem prontas, mas devido às loucuras do dia dia, não estão.

Acho que essa ansiedade é comum entre nós, gestantes, e pensando nisso elaborei um pequeno guia de providências a serem tomadas mês a mês para que nada fique para trás. 

Algumas coisas, como disse, senti na pele não ter feito, já que agora a barriga começa a pesar e a disposição já não é a mesma. Outras pretendo colocar em prática para poder curtir o finalzinho dessa espera como ela merece: com serenidade e paz. 

No primeiro trimestre muita gente só nota a gestação depois de algumas semanas. Eu já desconfiava quando estava na quinta semana e comprovei na sétima. Até o terceiro mês (1 a 12 semanas) vivemos as emoções da descobertas e é fácil dispersar a atenção e deixar os dias correrem em meia a tanta alegria.

É também a fase que temos sono e que somos acometidas pelo enjoos (não é uma condição geral; se não for seu caso, sortuda!), portanto, é uma fase que podemos tomar algumas decisões que não exijam tanto esforço físico: 

  • Defina seu médico 
  • Realize todos os exames 
  • Decida-se por fazer exercícios 
  • Comece a fazer a drenagem linfática (consulte seu médico) 

 

O segundo trimestre (13 a 26 semanas) é a melhor fase da gestação! Passados os enjoos (no meu caso, nem tanto, pois eles me acompanharam, mas me sentia mais disposta!), sentimos a diminuição da sonolência e uma muita energia pode ser notada! É, na minha opinião, a hora ideal para arregaçar as mangas e correr para resolver tudo que envolva esforço físico: 

  • Hora de saber o sexo do bebê
  • Definir o nome (pois é... tô aconselhando a fazer isso, mas eu mesma ainda não consegui; esse nome simplesmente não aparece!! rsrs)  
  • Começar a decorar o quarto  
  • Comprar o enxoval (ou boa parte dele) 
  • Se você trabalha, é uma boa hora para se informar sobre quem te substituirá e como funcionará todo o processo para sua licença-maternidade
  • Visitar a maternidade e saber tudo o que será necessário para sua entrada
  • Hora ideal para uma viagem a dois (passeio ou para fazer enxoval), pois depois do sétimo mês muitas companhias aéreas não permitem mais que as gestantes viajem
  • Definir lembrancinhas e tudo mais que queira realizar de trabalhos manuais, como o que colocar na porta da maternidade

 

O terceiro trimestre (27 a 40 semanas) é tecnicamente a reta final e, teoricamente, a hora em que nós, gestantes, deveríamos estar com tudo OK e descansando! Mas a realidade, muitas vezes, passa longe disso, né? 

É aquela hora de curtir a espera, o quartinho arrumado e: 

  • Deixar o enxoval lavado 
  • Malas prontas (sua, do bebê e do papai) 
  • Organizar um chá de bebê 
  • Se preparar para o pós-parto, definir quem te ajudará nesse período
  • Ler muito, fazer cursos de gestantes ou participar de grupos de apoio ao parto

 

E claro, o ideal é cada gestante montar seu próprio cronograma de acordo com a sua rotina. Esse é o meu ideal e uma dica para nortear a sua lista de afazeres!

(Foto: Arquivo pessoal)