Bebês

O verdadeiro segredo para fazer bebês dormirem a noite inteira

Existe um truque ou método infalível?

O verdadeiro segredo para fazer bebês dormirem a noite inteira

Uma noite inteira de sono ininterrupta. Esse deve ser o maior desejo de pais cansados pelo mundo todo. Se você tem um bebê com menos de um ano (e, infelizmente, bem além disso para alguns), sabe que dormir é um bem precioso que você, provavelmente, está recebendo muito pouco.

Para todo lugar que olhe, algum especialista ou autor está vendendo suas “melhores práticas” para fazer um bebê dormir a noite toda. Os playgrounds estão cheios de mamães que pregam seu método favorito, o manual do sono do bebê, seja ele a cama compartilhada, o método Nana Nenê, da Encantadora de Bebês, ou seja lá qual for a última tendência para garantir o sono do bebê.

Como mãe de primeira viagem, admito que li e ouvi todos eles. Estava me afogando em exaustão e em uma constante busca pelo truque mágico que finalmente faria meu bebê dormir.

Com minha primeira filha fomos na base da tentativa e erro. Ela não dormia bem junto com a gente e, no primeiro mês, já foi para seu quarto. Uma vez que estava lá, dormiu melhor, mas ainda não era o ideal. Normalmente, acordava entre uma e três vezes por noite (às vezes muito mais que isso), até fazer um ano e meio.

E se tratando de sonecas, ela era péssima nisso. Não duravam mais de 45 minutos, até ter cerca de 10 meses e, mesmo depois, não dormia se eu não deitasse ao lado dela. Tentamos várias técnicas, mas ela tinha que fazer isso sem eu tempo (o que ainda é muito latente em sua personalidade). Tivemos que deixá-la nessa agitação e, finalmente, descobriu como dormir a noite inteira, com 18 meses. Ainda assim, era superdifícil fazê-la pegar no sono, porque sempre estava alerta. Mas, uma vez que estava dormindo, seu sono era um sonho.

Meu segundo filho foi diferente. Era um dorminhoco desde o começo... se estivesse com ele no colo. Ele queria ficar no colo O TEMPO TODO. A qualquer momento que o colocasse no chão, ele estava infeliz. Estava ansiosa para que dormisse em seu quarto e pudéssemos começar o treinamento do sono, mas ele não aceitava nada disso. Dormiu em nossa cama até os 6 meses, até que um dia decidi que, simplesmente, não seria mais possível compartilhar a cama com uma criança que já estava crescendo. Levei ele para seu quarto, pela enésima vez.

Ele ficou agitado por uns cinco minutos e depois apagou. Dormiu otimamente a partir desse ponto. Diferente da minha filha, ele pegava no sono rápido e fácil, mas nem sempre dormia tanto assim. Enquanto ela tirava regularmente 3-4 horas de soneca, ele tirava metade... Ele nunca dormia como ela também. Dormia rapidamente, mas acordava bem cedo, pronto para cumprimentar o dia.

No momento em que engravidei do bebê número 3, tive que chegar à conclusão que, simplesmente, não era muito boa nesse negócio de fazer um bebê dormir. Meus filhos não eram exatamente bebês que não dormiam nada, mas, apesar dos meus esforços, eles também não dormiam super bem. Parecia que nunca descobria o truque mágico que estava procurando. Sinceramente, isso parecia uma tentativa fracassada. O que uma criança gostava (enrolar, colocar música, etc.), o outro ia em direção contrária. Simplesmente não conseguia resolver isso, então me resignei ao fato de que o próximo bebê ia seguir o exemplo. Talvez não existisse mesmo um segredo para esse negócio de fazer o bebê dormir.

Então, nossa terceira criança nasceu e a fizemos dormir lindamente desde o início. Ela dormia a noite toda quase que imediatamente e eu, finalmente, percebi a verdade não revelada sobre o sono do bebê.

O verdadeiro segredo de fazer o bebê dormir a noite toda é...

Ter um bebê que é, naturalmente, um dorminhoco.

Sei que isso, provavelmente, é irritante de ler, quando você espera descobrir algum maravilhoso truque que ninguém conta, mas a triste verdade que aprendi, depois de ter três crianças, é que cada uma é diferente da outra... especialmente quando se trata de dormir.

Tentei todas as dicas e truques com meus filhos e nada funcionou. Isso fez com que me sentisse frustrada. Agora que tive sorte com o bebê número 3 (ou seja, meu rock star do sono), percebi que realmente se resume a sorte. Alguns bebês apenas dormem melhor que outros e isso não é um reflexo direto das habilidades dos pais. Costumava me torturar sobre como meus filhos dormiam mal – me sentia um fracasso – quando, na verdade, eram apenas eles e suas tendências particulares para dormir.

Certamente, existem coisas que você pode fazer e meios que pode usar para encorajá-los a dormir, o que tornam as coisas um pouco mais fáceis, mas, principalmente, se resume a cada bebê e seus aprendizados.

A boa notícia é que não há problema em continuar tentando seguir as dicas e truques, porque às vezes podem ajudar a descobrir o que funciona para cada criança. Mas, no fim, cada bebê é diferente do outro e, às vezes, é apenas uma questão de tentativa e erro e esperar o resultado.

No entanto, prometo que todo bebê aprenderá a dormir em algum momento. Então mantenham a cabeça erguida, pais de primeira viagem, porque quando esse dia chegar, será glorioso.

(Imagem: Thinkstock)

(Por Lauren Hartmann)

comentarios dormir, sono, bebes