Bebês

A pele dos bebês

Por Marina Breithaupt

A pele não nasce totalmente pronta. Até estar madura, precisará de cuidados especiais para mantê-la saudável

A pele dos bebês

Eles são pequenos, fofinhos e chegam arrebatando os corações dos pais e familiares. Parecem tão indefesos, tão delicados e demandam muito de quem cuida dessas preciosidades.

O bebês humanos estão entre os mais indefesos do reino animal. Nascemos precisando de atenção e cuidados especiais. A pele é nossa maior barreira de defesa contra inúmeros micro-organismos e agentes tóxicos.

Entre esses cuidados, o da pele é um dos principais nessa fase. Ela não nasce pronta; os poros e glândulas ainda não estão funcionando a pleno vapor. Portanto, muitos probleminhas podem aparecer nesse início.

Segundo alguns estudos recentes, só perto dos 4 anos de idade é que a pele adquire todas as suas funcionalidades plenas e, por isso, é muito importante cuidar com atenção.

Algumas dicas:

  • Use somente produtos desenvolvidos especialmente para os bebês; verifique se foram testados e aprovados dermatologicamente.
  • O mesmo cuidado vale para tudo que entrará em contato direto com a pele do bebê: roupas, fraldinhas e mantas, por exemplo. O ideal é que sejam lavadas com sabão neutro, sem muito perfume ou agente que possa causar alergias e irritações.
  • Cuide da higiene e limpeza nas trocas de fraldas. Essa região, escura e úmida, é um "prato cheio" para a proliferação de bactérias.
  • A temperatura da água do banho deve ser sempre morna, nunca quente demais, mesmo no inverno. As altas temperaturas podem ocasionar maior ressecamento e descamação e a pele deles já é naturalmente mais seca.
  • Hidrate sempre! Deixando a pele constantemente hidratada, estamos reforçando a barreira cutânea, que é naturalmente deficiente nesse período, perdendo facilmente a umidade. Pele hidratada tem menor risco de descamação e, assim, menor risco de irritações, infecções etc. Aproveite esse ato para fazer uma massagem no bebê.

 

Seja no banho, na troca de fralda ou durante a aplicação de um hidratante, os cuidados com o bebê e sua pele são ótimas oportunidades para o toque, a troca de olhares e carinhos.

Fazer tudo isso em ambiente calmo - sim, é complicado no dia a dia, mas vale tentar, ainda que de vez em quando - e tranquilo ajuda a estabelecer os vínculos de amor e confiança entre mães e bebês, além de ser simplesmente uma delícia!

Um beijo

(Foto: Arquivo pessoal)