Aniversário

O café da manhã de aniversário

Por Daniela Folloni
@blogitmae

Uma ideia simples e gostosa de comemorar e que virou tradição lá em casa

O café da manhã de aniversário

Começou sem a pretensão de que virasse uma tradição, no aniversário de 1 ano da Bela. Nem sempre o dia do aniversário cai no sábado ou domingo, que são os dias que costumo escolher para fazer a festança, mas nem por isso a data real deve passar despercebida! Então, encontrei uma solução basiquinha, econômica, mas que fizesse meus filhos curtirem o dia em que nasceram (e que merecem ser muuuito celebrados) desde a hora em que acordam.

A ideia é simples e feita com as coisas de que eles mais gostam:

- Bexigas (muitas) espalhadas no chão no quarto

- Aquele kits de papelão com o personagem amado do momento. Eles são devidamente colados na parede da sala onde a gente toma café da manhã (para a Bela já teve Princesas, Hello Kitty.... para o Felipe, Carros, Mickey...)

- Um bolo caseiro, que pode ser de cenoura com cobertura de chocolate, de fubá, de laranja...

- Uma velinha daquelas simples para cantar "Parabéns"

- O presente escolhido (ou uma surpresa que sei que vai fazer sucesso)

A gente canta "Parabéns" de pijama mesmo (ou roupa de trabalho ou da academia), com cara de quem acabou de acordar, tira fotos e enche o aniversariante de beijos. É o nosso momento festa em família. Só nosso. E é tão gostoso que virou regra que as criancas impuseram! 

Agora em julho, a Bela completou 6 anos e já pediu a surpresa (como se precisasse pedir...já estava tudo planejado - fiz de Frozen e teve até chapeuzinho!) e eu me dei conta de que virou uma tradição. Aniversário com bolinho e parabéns no café da manhã vai durar até eles ficarem grandões! E a festinha ainda é portátil! Dá para fazer mesmo que a gente estiver viajando, no quarto hotel, como aconteceu no ano passado.

O mais legal de tudo é que a surpresa fica marcada na memória e passa a fazer parte da nossa história, das nossas tradições de família e das nossas maneiras de demonstrar amor uns pelos outros.

(Foto: Arquivo pessoal)