Aniversário

Surpresa! Dicas certeiras para organizar uma festa às escondidas

Seja uma comemoração de aniversário ou por alguma conquista, uma festa surpresa sempre cai bem e emociona quem a recebe

Surpresa! Dicas certeiras para organizar uma festa às escondidas

Difícil encontrar alguém que não gostaria de ganhar uma festa surpresa. Ainda mais gostoso do que recebê-la, é poder proporcionar um momento como esse para alguém querido. Mas nem sempre é tarefa fácil, já que os planos podem ser descobertos e a comemoração perder um pouquinho da graça.

Primeiramente, é importante se programar com calma e marcar tudo com bastante antecedência. “O ideal é mandar um ‘save the date’ dois meses antes e avisar aos convidados, efetivamente, 30 dias antes”, recomenda Sarah Moreira, consultora de eventos e sócia da Biscuit Eventos.

Sigilo absoluto

O item mais importante de uma festa-surpresa é fazer com que ela seja, realmente, uma surpresa. Ou seja, o festejado não pode nem desconfiar que ela irá acontecer.

Por isso, o mais recomendado é ligar para os convidados, mandar um e-mail ou ainda fazer um grupo ou evento fechado em alguma rede social, avisando que a festa é para surpreender e que a pessoa em questão não pode saber. Mas certifique-se que o grupo é realmente privado, ok?

No grande dia

Marque com todos os convidados com uma hora de antecedência daquela programada para o festejado chegar, e peça pontualidade! Assim, não se corre o risco de a festa não estar completa no momento da surpresa.

Para evitar que algum convidado, um pouco mais atrasado, chegue no mesmo momento que o protagonista da festa, Sarah aconselha a fazer uma ressalva no convite, para que todos tomem cuidado antes de entrar no local.

Isso sem contar que, ao falar com o aniversariante, por exemplo, antes da festa, ninguém deve vacilar e dar pista do que está programado. Nessas hora, seja bastante objetiva com os convidados, sem medo de impor as regras.

O local

Procure lugares comuns, que a pessoa concorde em visitar – com alguma desculpa inventada, é claro! – sem desconfiar da surpresa. Pode ser a casa de um amigo, salão de festas, bar, parque... “O importante é que seja um lugar que o festejado não consiga avistar os convidados de longe, para não estragar a surpresa”, aconselha Sarah.

Se a festa for na própria casa do festejado, o cuidado deve ser redobrado. A dica é inventar alguma desculpa que tire-o do lugar durante o dia todo ou pelo período em que a festa está sendo produzida.

Além disso, vale instruir os convidados a não estacionarem os carros próximo à entrada no lugar da festa. Principalmente os mais chegados, que podem ter seus veículos reconhecidos pelo “dono” da festa.

Dicas para despistar

Aconselhe a todos para agirem com naturalidade durante o dia. “Alguns podem perguntar, no caso de aniversário, quais são os planos para o grande dia, como a pessoa vai comemorar etc. Outros podem até fingir e combinar alguma comemoração com o próprio aniversariante”, conta a especialista.

O importante é não dar pista nenhuma

No caso das crianças, vale evitar contar a elas sobre a festa antes do dia, pois, às vezes, elas podem deixar escapar alguma informação sem querer. Conte-as apenas no momento em que começarem a se arrumar. Assim, não há riscos de elas esquecerem que é um segredo.

Cardápio

Apesar dos processos de convite e de despistar o festejado serem mais longos, o cardápio deve ser o mais prático possível, porque, muitas vezes, o tempo para montar a festa é bem curto.

“Minissanduíches, finger food, amendoim e salgadinhos são as melhores opções para os convidados petiscarem sem muita cerimônia. O legal mesmo é fazer uma mesa de doces bem bacana!”, aconselha Sarah.

Caso seja uma festa com divisão de pratos – cada um leva um item para comer, por exemplo –, é importante que as pessoas combinem o que vão levar para não repetirem petiscos. O organizador já deve dizer a cada um o que precisa ser providenciado para que o cardápio fique harmônico.

Neste caso, o ideal também é instruir os convidados que forem levar algum prato a chegarem ainda mais cedo que o horário do convite para poder arrumar a mesa.