Datas Especiais

Ano-Novo com as crianças

Queima de fogos, ceia farta e casa cheia são garantia de diversão para os pequenos, mas é preciso respeitar os limites deles

Ano-Novo com as crianças

Fim de ano é sempre aquela história (gostosa): muita gente reunida, animação, fogos de artifício, comida e bebida, a família toda em clima de festa! Mas o Réveillon pode ser um momento mágico – ou estressante – para as crianças, dependendo do cuidado dos pais. 

Pediatras listaram alguns dicas simples, mas valiosas, que ajudam a garantir que o momento festivo não se torne em um período cansativo para os pequenos.

Prepare-se para os fogos

A partir dos 3 anos, a turminha já entende e admira a queima de fogos. Prepare-a para esse momento, criando expectativa para o show.

No entanto, enquanto para as crianças maiores a queima de fogos é o momento mais esperado, para os bebês, pode se tornar extremamente assustador, especialmente se ele está acostumado apenas a lugares com poucos ruídos.

Se ele começar a chorar, a solução é fazê-lo sentir-se seguro novamente. Afaste-se um pouco da aglomeração e leve-o para um local tranquilo até que se acalme.

“Se a criança normalmente já se assusta muito com barulhos e entra em choro compulsivo, os pais podem recorrer ao uso de protetores auriculares infantis durante a virada”, aconselha o pediatra Ricardo Torres.

Atrase a soneca

Para que os filhos não estejam sonolentos na virada do ano, atrase o quanto puder a soneca da tarde. O ideal é que durmam um pouco no começo da noite, por volta das 18 horas. Assim, estarão bem acordados e dispostos à meia-noite. A regra vale para todas as idades.

E a ceia também

O mesmo truque serve também para a ceia. Atrase os lanches da tarde e, caso a criança fique com fome antes da ceia, ofereça lanches leves, como um pequeno sanduíche ou uma salada de frutas.

“Muitos pais oferecem o jantar antes à criança para não mudar a rotina, mas acabam privando-a de um momento importante em família. Apenas um dia não é suficiente para desregular os horários das crianças”, garante o pediatra Maurício de Paula Okler, completando que fugir um pouco da rotina torna o dia ainda mais especial para os pequenos.

Evite oferecer alimentos novos

A virada do ano não é o melhor momento para oferecer novos alimentos ao seu filho, então resista à tentação de servir todos os pratos da ceia à criança, principalmente se ela tiver menos de 1 ano.

Carne de porco, embutidos e frutos do mar não devem ser consumidos por bebês, que ainda têm o intestino imaturo para a digestão desses alimentos. O mesmo cuidado serve para as crianças maiores.

Pratos com ingredientes exóticos, nunca antes consumidos pela criança, devem ser bem analisados pelos pais. Com certeza visitas ao hospital não estão nos seus planos para a ocasião, não é?

Hidratar é essencial

O calor intenso do verão brasileiro exige cuidado redobrado dos pais quanto à hidratação dos pequenos. Certifique-se de que eles estão consumindo muitos líquidos, como água, sucos, água de coco e chás gelados. 

Roupas confortáveis

Em dezembro o clima está quente e abafado. Dispense as roupas extravagantes e os acessórios grandes e priorize trajes leves e soltos, feitos com tecidos frescos. Nos pés, sandálias ou papetes bem confortáveis. 

Respeite a hora do sono

Animadas com a queima de fogos, as crianças costumam resistir pouco tempo após a virada. Por isso, assim que mostrarem cansaço, vá para casa. Dê um banho e coloque um pijama bem confortável. Não exija que fiquem acordadas a madrugada toda na festa.

“Se a comemoração for na casa de um amigo ou parentes, prepare um cantinho para a criança descansar com antecedência e não force-a a ficar acordada quando já estiver cansada. Respeite as necessidades dela”, aconselha Okler.

(Foto: Getty Images)