Datas Especiais

É hora de comemorar ao ar livre

Festas ao ar livre são sempre lindas. Esteja preparada para fugir de armadilhas e curtir muito o momento

É hora de comemorar ao ar livre

As festas ao ar livre roubaram o lugar dos salões fechados e bufês infantis por vários motivos. O primeiro deles é que esse tipo de comemoração caminha junto ao movimento slow kids, que incentiva uma infância mais simples, com brincadeiras de rua, sem eletrônicos e tudo o mais natural possível.

Outro ponto positivo é que, geralmente, essas festas podem ser mais econômicas se feitas em parques, praças e até na praia. Além disso, no verão, os dias ensolarados ajudam na produção desse tipo de festinha. Mas apesar de parecer simples, uma comemoração em ambiente aberto é bem trabalhosa.

A maior dificuldade é a imprevisibilidade do tempo. Isso porque, ainda que consultemos as mais variadas previsões dias antes da festa, é comum sermos surpreendidos por uma virada. Por isso, estamos sempre preparados para o plano B, que geralmente se dá com a transferência da festa para dentro de casa ou salão de festas”, conta Mariana Henriques Duarte Carlin, 32 anos, decoradora da Festinhas Manuais.

Além do clima, o tipo de comida também merece atenção especial. Quando o tempo está bem quente, os convidados comem menos e bebem mais. Então certifique-se de que a turma terá sempre à mão bebidas geladinhas e fresquinhas.

Se a festa for em parque, as geladeiras térmicas são boas aliadas. Para evitar qualquer tipo de problema com comida, evite maionese, molhos e frituras e dê preferência para comidinhas frescas, sanduíches, frutas etc.

A seguir, mais alguns segredinhos que você deve saber para que sua comemoração ao ar livre seja perfeita:

As grandes vantagens de se fazer uma festa ao ar livre são a luz natural e o apoio da natureza, que dão leveza à decoração e até as fotos ficam mais bonitas. Você pode até contar com menos elementos, já que a árvores, plantas e flores cumprem um papel fundamental.

“Adoramos as guirlandas (acima), que são os fios com papéis das mais variadas formas, colados ou costurados. Elas ficam lindas e podem ser apenas colocados sobre os galhos. Deixam o ambiente mais colorido e não agridem as árvores", conta Mariana.

Elementos naturais, como tecido, algodão cru, craft, papelão e madeira combinam mais com ar livre do que os sintéticos, como plástico e isopor. Os detalhes manuais fazem toda a diferença. Outra aposta são temas aéreos, que têm tudo a ver com o clima: balões, aviões, nuvens, estrelas, foguetes etc.

Procure um lugar onde haja espaço não apenas para a mesa, mas para tudo que a cerca. Na foto abaixo, a festa foi preenchida com lousas, gaiolas, caixotes e vários elementos na parte de baixo e na lateral. Esse truque deixa qualquer décor mais rica.

Dois elementos costumam dar vida às festas ao ar livre: as bandeirolas e os almofadões. Em alguns parques, não se pode amarrar ou pendurar nada nas copas das árvores, então as bandeirolas podem ficar amarradas à frente da mesa, como nessa mesa abaixo do Festinhas Decoração.

Outro elemento fácil que complementa a festa são os almofadões, que são leves e fáceis de carregar. Você pode colocá-las abaixo da mesa ou espalhadas pelo espaço para as crianças sentarem e se jogarem. Vira diversão e elas adoram. Ah! A festa nem precisa ter um tema específico, mas é preciso cor, muita cor! 

O melhor cardápio

No quesito comida, lembre-se de que coberturas como glacê e pasta americana são mais sensíveis ao calor e se expostos diretamente, podem derreter e até sofrerem alteração na cor, sabe? Se quiser um bolo coberto, opte pelos de swiss meringue, que são mais leves.

As pessoas geralmente optam por fazer piquenique no verão, mas se quiser algo mais sofisticado, a dica é apostar em um brunch, com bolos caseiros (como da foto acima), sucos, chá gelado e frutas. São elementos que fazem sucesso total nessas comemorações. Se a festa for para crianças, sorvete e milk shake não deixam espaço para mais nada.

Horário adequado

A dica básica é: se a festa é no verão, evite o horário do final da tarde, quando é mais propício a pancadas de chuvas. E na hora do almoço, garanta sempre um canto com sombra, tanto para os pequenos como para os mais idosos. Ah, e não esqueça de disponibilizar repelente e protetor solar aos convidados. É um detalhe que faz toda a diferença. 

Se a festa for em um parque ou praça, há outras dificuldades. “A distância entre os estacionamentos e o local do evento, por exemplo, dificulta o transporte de todo o material para o ambiente escolhido”, conta Mariana. Também tem a questão do banheiro. Cheque se há algum por perto.

E nunca faça a festa totalmente ao ar livre. A dica é sempre contar com a sombra de árvores, que podem servir como apoio da decoração também. Para esse tipo de evento, prefira copos, pratos e talheres descartáveis e deixe sempre uma lixeira com fácil acesso. É importante manter o local limpinho.

(Fotos: Arquivo pessoal Festinhas Decoração [festa super-heróis com almofadões coloridos e bolo com bandeirolas], Estúdio Barbarella/ Festinhas Decoração [mesa sob árvore], Gabi Trevisan/ Festinhas Manuais [guirlanda], Isabela Costa – Encantos Revelados/ Festinhas Manuais [aniversário Guga e festa Olívia], Tata Carvalho/ Festinhas Decoração [foto principal]/ Divulgação)