Datas Especiais

Metas de Ano Novo que meu filho vai cumprir até 2 de janeiro

5 metas para meu filho em 2017

Metas de Ano Novo que meu filho vai cumprir até 2 de janeiro

As resoluções de Ano Novo são uma oportunidade para todo mundo se interiorizar e fazer planos para ser uma pessoa melhor... até mesmo as crianças pequenas. Na real, seu pequeno tem mais chance de atingir seus objetivos do que você. Eles já devem cumpri-los lá pelo dia 2 de janeiro.

Mas já que seu filho ainda não consegue articular seus planos tão bem, aqui vão algumas dicas. São cinco resoluções para o próximo ano:

1. Vou dormir a noite toda

Mas de verdade. Sem gritar, espernear, pedir água. É uma promessa. Vou me deitar às 19h e dormir como um bebê (um bebê que dorme) até às 7h. Vou fazer isso até que você me tire da cama.

2. Vou experimentar comidas novas

Mãe, passe o brócolis, o aspargo, o ovo mexido, por favor. Mãe, passe o queijo. Vou experimentar toda comida nova que você me oferecer. Mas fique atenta: se tentar me dar uma dessas coisas na frente de qualquer pessoa, vou agir como se nunca tivesse visto e vou cuspir tudo. Vou ter a satisfação de te negar o prazer de sua sogra acreditar que agora como tudinho que me oferece.

3. Vou desfraldar rápido e fácil

Fraldas? Pelo amor de Deus, isso serve para bebês. Por favor, me dê uma cueca/calcinha agora. Mas antes de se vangloriar de minha nova proeza, há um porém: só vou fazer cocô em restaurantes, de agora em diante. Bem quando a comida estiver acabado de chegar. Vou levar uns 25 minutos e precisar de três livros. Cuidado com o que deseja!

4. Vou acabar com a rivalidade entre irmãos

Meu irmão caçula? Eu o amo! Vou dar para ele qualquer brinquedo que pedir. Vou dar para ele a camiseta que estou usando. E se você tentar tirá-lo de perto de mim por alguma razão inexplicável como a hora de ele dormir, vou ter um ataque. Não vou mais deixá-lo tirar a soneca, porque quero que ele fique brincando comigo. Você vai ansiar pela época que eu não o suportava.

5. Vou deixar você descansar

Sabe por quê? Porque eu não gosto mais de você. Olá, fase do papai! Pai, acordei! Pai, estou com fome! Pai, me ajude a me vestir? Pai, vamos brincar. Quem é essa criatura triste no sofá que parece que precisa de um abraço? Acho que o nome dela começa com “M”, mas não me lembro.

Isso tudo pode parecer um problemão, mas não se preocupe. Assim que você sentir falta de seu filho, ele provavelmente já vai ter voltado ao normal, ao mesmo tempo em que você falhar na meta de “ir para a aula de zumba toda segunda e quarta e beber apenas uma taça de vinho por semana”.

Feliz Ano Novo para todos nós!

(Samantha Rodman)