Datas Especiais

O melhor mês para casar

Clima, flores, preços... Conheça os prós e contras de cada época do ano para escolher a sua data especial

O melhor mês para casar

A escolha da data do casamento é sempre um grande dilema. Afinal, um dos dias mais importantes na vida do casal precisa ser perfeito!

E isso inclui ter as flores certas na decoração, um clima agradável e um precinho camarada nos serviços. Antes de tomar uma decisão, confira as principais características de cada mês, com suas vantagens e desvantagens.

JANEIRO

  • Vantagens: como é um mês pouco procurado pelas noivas, é possível negociar melhores preços com os fornecedores. Também fica mais fácil agendar bufês, salões e igrejas, que terão mais datas disponíveis. E para quem gosta de flores delicadas: “Margaridas, azaleias e bocas-de-leão estão em alta nessa época e são ótimas escolhas para cerimônias a céu aberto”, destaca Luany Morais, assessora de eventos.
  • Desvantagens: o verão está no auge e o calor pode causar certo incômodo, principalmente nos homens. Cerimônias ao ar livre podem ir por água abaixo, já que janeiro é um mês de chuvas. Também é preciso pensar que muitos convidados estarão viajando por conta das férias escolares.

 

FEVEREIRO              

  • Vantagens: é um mês com muitas flores tropicais, como antúrios, helicônias e angélicas – flor com um aroma apreciado por muitas noivas. Como janeiro, também é pouco procurado, então, a arte da barganha pode entrar em jogo na hora de contratar serviços.
  • Desvantagens: ainda é época de chuva – o que pode ser contornado com uma decoração temática com guarda-chuvas, por exemplo. “O casal que optar por esse mês, precisa ter um plano B”, afirma Luany. De acordo com ela, o Carnaval também pode atrapalhar a festividade. “Também pode encarecer a lua de mel, já que se trata de alta temporada”, alerta.

 

MARÇO

  • Vantagens: quer uma decoração requintada? Este é o seu mês! Ou melhor, é o mês da flor queridinha das noivas, a orquídea. O calor começa a ceder e a temperatura fica um pouco mais amena.
  • Desvantagens: para se prevenir das águas de março, é bom ficar atenta à previsão do tempo e pensar em coberturas para festas ao ar livre. Por conta do clima mais agradável, começa a disputa pela melhor data – então, é melhor agendar com antecedência.

 

ABRIL

  • Vantagens: “É um ótimo mês para casamento, pois não faz muito calor, nem é frio demais. De alguns anos para cá, abril tem sido muito procurado pelas noivas justamente por ter uma temperatura equilibrada e com poucas chuvas”, comenta a assessora.
  • Desvantagens: por ser próximo a maio, o preço das flores começa a subir – assim como o valor dos serviços. As datas também ficam mais concorridas.

 

MAIO

  • Vantagens: segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), apenas 7% dos casamentos realizados em 2013 aconteceram nesse mês – que ocupa a sexta posição no ranking dos meses preferidos para casamentos. Por isso, para quem sonha em casar no “mês das noivas”, as datas não são mais tão concorridas.
  • Desvantagens: “Continua sendo o mês em que o preço das flores mais sobe, principalmente por causa do Dia das Mães. Então, antes de fazer a contratação, é preciso pesquisar bastante”, aconselha Luany.

 

JUNHO

  • Vantagens: é ideal para quem quer as famosas tulipas na decoração e no buquê. O friozinho começa a chegar, dando um ar mais romântico à cerimônia.
  • Desvantagens: a festividade deve ser celebrada em locais fechados, já que a temperatura pode cair durante a noite.

 

JULHO

  • Vantagens: é a época do charmoso copo-de-leite, que mistura sofisticação e delicadeza em decorações. Com o friozinho em alta, dá para variar o cardápio e escolher pratos quentes e saborosos.
  • Desvantagens: é o mês das férias escolares e, portanto, há grandes chances de seus convidados viajarem. A lua de mel também pode ficar um pouco mais cara, dependendo do destino.

 

AGOSTO

  • Vantagens: é abominado pelas noivas supersticiosas, que acreditam que agosto (o mês do desgosto) traz azar para o casamento. Para os casais despreocupados com esse tipo de crença, é um ótimo momento para fazer bons negócios e gastar menos.
  • Desvantagens: “Assim como nos meses de junho e julho, faz frio e não é muito atrativo para cerimônias externas”, completa Luany.

 

SETEMBRO

  • Vantagens: “Eu escolhi casar em setembro por ser um mês bonito. Além do charme da chegada da primavera, também tem uma diversidade maior de flores”, conta a jornalista Débora Zanelato, 25 anos, que se casou no dia 20 de setembro de 2014. Devido ao clima ameno, a época favorece todos os tipos de casamentos: praia, campo, ambiente fechado...
  • Desvantagens: é muito concorrido. “Eu ouvi muito que setembro é o novo ‘maio’. Tem que correr para fechar tudo o quanto antes. Mesmo com um ano e meio de antecedência, os salões que eu queria já tinham sido alugados”, lembra Débora. “Também descobri que, pela lei da oferta e da demanda, não dava para barganhar com os fornecedores. Outro detalhe: todo mundo brinca que ‘setembro chove’. E no meu choveu mesmo!”, comenta.

 

OUTUBRO

  • Vantagens: a primavera está no auge, o que favorece a decoração – principalmente para as noivas que amam o cobiçado lírio. Com poucas chuvas, é possível optar por festas em ambientes abertos.
  • Desvantagens: assim como setembro, é bastante concorrido. Então, se quiser casar em outubro, corra!

 

NOVEMBRO

  • Vantagens: para casais que curtem um ar mais provençal, é o mês das lavandas. O horário de verão pode ser um diferencial, dando um charme especial de pôr do sol para a celebração.
  • Desvantagens: as chuvas voltam à cena, assim como o calor. Os preços para a lua de mel disparam com a proximidade das férias e da alta temporada do fim do ano.

 

DEZEMBRO

  • Vantagens: “As duas primeiras quinzenas são bem procuradas por causa do décimo terceiro salário, que ajuda a equilibrar as contas”, explica Luany. Para ela, dezembro tem um encanto próprio, graças ao clima das festas de fim de ano.
  • Desvantagens: prepare-se para chuvas fortes de verão! A maquiagem também precisa ser adaptada para não derreter no calor e estragar as fotos. Os preços também disparam, já que é a época em que o comércio mais fatura.

 

(Foto: Getty Images)