Comportamento

10 coisas que aprendi com meus filhos

Por Daniela Folloni
@blogitmae

Ser mãe é fazer uma constante revisão de quem a gente é

10 coisas que aprendi com meus filhos

Nestes meus quase 7 anos exercendo o trabalho mais difícil e mais prazeroso e recompensador do mundo, descobri que ser mãe é ensinar, mas é aprender muito mais. Porque toda vez que eu digo aos meus filhos como tem que ser isso ou aquilo, estou ao mesmo tempo olhando para mim e revendo todos os meus valores.

Afinal, só vou passar para eles o que é verdade para mim, o que faz sentido.

Portanto, ser mãe é fazer uma constante revisão de quem a gente é e ir aprendendo com eles coisas que deixam nossa vida melhor:

  1. Melhor do que namorar no sofá é juntar a família toda no sofá, mesmo que isso signifique ter que gerenciar pés e mãos que incomodam um e outro.
  2. A gente não vai estar certa sempre e é muito digno pedir desculpas a uma garotinha de 6 anos por ter tomado a atitude errada.
  3. A caixa de papelão do brinquedo por ser bem mais legal que ele.
  4. Festas superproduzidas são legais para os adultos. Para as crianças, estar com a família e os amigos queridos é o que importa.
  5. Problemas que pareciam grandes (no trabalho, por exemplo) ficam pequenos. A gente aprende a ser resiliente. Quem já passou por noites seguidas em claro vê problema em poucas coisas.
  6. Abraço, beijo e "eu te amo" nunca são demais.
  7. A paciência pode se esgotar (a gente é humana) algumas vezes. Se o amor não se esgotar, está tudo certo.
  8. Quando a gente está bem, os filhos ficam bem.
  9. A alegria está em ir de fantasia para a escola, em ganhar a bolinha de borracha da maquininha, levar o amigo para brincar em casa, ganhar um sorvete de chocolate. Simples assim.
  10. Ser uma mãe perfeita, que não erra nunca e faz tudo by the book, não é garantia de sucesso. O melhor é ser o melhor de você. Assim do seu jeito. Sem muito mistério. As crianças aprendem com o que a gente é - e bem menos com o que a gente diz.

 

(Foto: Free Images)