Comportamento

Ah, as amizades na adolescência...

Por Marina Breithaupt

Ter amigos é importante em todas as fases da vida, afinal, não somos uma ilha!

Ah, as amizades na adolescência...

Sempre ouvi essa frase: precisamos de amigos, não somos como ilhas que ficam sozinhas. E foi assim que me senti a maior parte da vida.

Sou aquele tipo típico de sagitariano que adora estar rodeado de pessoas queridas, mas que leva para vida apenas alguns poucos - e bons - amigos do peito.

Tenho amizades desde a infância, outras que construí na adolescência, depois da faculdade e, claro, quando me tornei mãe passei a fazer parte de novos círculos de amizades.

Minha filha Bárbara acompanhou tudo isso e eu tenho visto agora o segundo ciclo de amizades na vida dela. Aos quase 15 anos, as amizades mudaram, claro, e novas pessoas chegaram... O círculo abriu, ganhou um raio maior.

Isso é ótimo, é lindo e me vejo muito nessas meninas quando estão todas aqui em casa, se preparando para uma festinha ou saidinha para o cinema.

Risadinhas, comentários, risadonas... Nossa! Que saudade eu sinto de estar mais perto das minhas amigas dessa época! Não tem como não sentir nostalgia.

O mais importante nisso tudo é que estou presenciando a construção de laços que, provavelmente, durarão para uma vida toda.

Cumplicidade, respeito e até algumas pisadas na bola, coisas que nos deixam chateada pois, como toda relação, a amizade não é construída só de momentos maravilhosos; há os conflitos e as pausas. Faz parte e é preciso viver todos os lados para se conhecer uma pessoa, não é mesmo?

Amigos se apoiam, mesmo sendo diferentes, ou tendo interesses diferentes.

Tomo como exemplo a relação entre os Sete Anões, cada um com seu estereótipo e, ainda assim, todos correndo atrás da felicidade um do outro.

Ampliando ainda mais a cena, quando a Branca de Neve chega na vida deles, uma pessoa pertencendo a outro mundo, precisando de ajuda, logo uma relação de amizade é construída e rapidamente os novos amigos já se sentem inseparáveis.

Branca de Neve constrói em pouco tempo um novo círculo de amizade e isso transforma um momento de conflito da sua vida em uma realidade completamente diferente. Cada novo amigo a ajudará nesse momento.

Na vida real também é assim: amizade não depende de tempo, de interesse ou de qualquer outra coisa. Amizades dependem de empatia e de amor. Amigos são a família que escolhemos e, juntos, nos tornamos pontes que ligam todas as ilhas.

Eu gosto de estar perto dos meus amigos e me sinto feliz em ver meus filhos construindo suas próprias relações.

#‎SouPrincesaSouReal‬

(Fotos: Shutterstock.com e acervo Disney)