Comportamento

Além das fraldas

Por Marina Breithaupt

Sim, existe vida a dois depois dos filhos. Basta não se descuidar de alguns detalhes e dar tempo ao tempo!

Além das fraldas

Nasce um bebê...

As prioridades mudam muito depois da chegada de um filho. Tudo se transforma. É um momemto mágico na vida de uma família, mas que acaba sobrecarregando a vida do casal.

Os cuidados com o bebê nos primeiros meses são intensos, e por melhor que essa tarefa seja dividida, o cansaço vai aparecer e isso mudará, inevitavelmente, a vida a dois nesse primeiro momento.

Sou muito do lema do "tempo ao tempo" antes de mais nada. Já vivi 3 vezes o período pós-parto, já tive que atravessar 3 vezes esse momento em que achamos que nunca mais existirá uma vida a dois como antes dos bebês.

Aos poucos, fui vendo que tudo vai se encaixando. O casal vai se acertando e fazendo uma concessão aqui e outra ali e o casamento pode, sim, ser como antes!

Primeiramente, é importante entender que o corpo da mulher sofre grandes transformações durante a gestação e logo após esse período é necessário ainda um tempo para que tudo volte ao seu lugar.

Produção de leite, excesso de peso, hormônios alterados, baixa libído e cansaço são alguns dos fatores com que uma mulher passa a conviver no período pós-parto. Além de ter toda a sua atenção voltada para o seu filho que acaba de chegar é preciso lidar com tudo isso.

Mas e o casamento? É preciso ter paciência das duas partes, marido e mulher, além da certeza de que a vida - e os matrimônios - é cíclica, ou seja, passamos por várias fases e todas têm sua beleza.

Com o passar dos dias as coisas se ajeitam e a rotina volta a se instalar. Estamos atravessando exatamente esse momento, meu marido e eu, após a chegada da nossa Amelie.

Não hesito em pedir uma "mãozinha" sempre que sinto necessidade, envolvo meu companheiro em todos os cuidados, tento não controlar tudo sozinha. Aprendi a delegar, pois assim o peso dos primeiros meses fica bem mais leve.

Não sinto culpa ao retomar os meus programas favoritos! Mesmo com ajustes de horários, é possível escapar para um almoço, jantarzinho ou até um cineminha a dois. Acertando os horários mais tranquilos do bebê e "escalando" a vovó para ajudar!

Bom, não é sempre que posso contar com ajuda de alguém. Nesse caso, um jantazinho a dois em casa mesmo é uma ótima saída! Pode ser coisa simples, o que vale é se dedicar e ter algum tempo para você e seu companheiro... Até o bebê acordar.

Aos poucos, programas e planos voltam a ser parte da nossa vida novamente. Voltamos a nos reconhecer como casal. Lembram-se do "tempo ao tempo"? Tudo se encaixa!

Se está vivendo esse momento também, converse sempre com o seu parceiro, não tente disfarçar seus sentimentos. Juntos vocês encontrarão uma maneira simples de retomar a vida a dois, mesmo que agora tenha mais alguém... Um novo amor, pequeno e que demande toda a atenção de vocês!

Um beijo

(Foto: Shutterstock)