Comportamento

Deixar ou não a filha usar maquiagem (mesmo que de brincadeira)?

Por Nívea Salgado
@Mildicasdemae

Chega uma hora em que sua filha vai pedir para se maquiar. E aí, o que fazer?

Deixar ou não a filha usar maquiagem (mesmo que de brincadeira)?

Eu tenho que começar esse texto dizendo que sou tida como uma mãe chata. Pois é, o título não é muito agradável, mas o fato de me posicionar sobre alguns temas faz com que ele seja inevitável.

E uma das minhas opiniões mais rebatidas por outras mães diz respeito justamente à maquiagem infantil: não deixo que minha filha use no dia a dia, nem mesmo no meio de uma brincadeira.

Catarina, minha pequena, tem 4 anos, e já manifestou interesse pelo mundo dos cosméticos. Quando me vê passando um delineador ou um blush, fica absolutamente encantada - e me dá a maior força para usá-los (o que acontece raramente, uma vez que trabalho em casa e sou uma pessoa pouco vaidosa com a aparência).

Atualmente não dispenso um "creminho" hidratante - com fator anti-idade, de preferência, porque as primeiras rugas já começaram a aparecer -, mas dificilmente uso mais do que um batom cor de boca e um rímel nos olhos). É claro que ela já pediu diversas vezes para mexer no meu nécessaire e pintar o rostinho. Mas, até agora, minha resposta tem sido um categórico "não".

Enfim, por que não deixar que minha filha use um pouquinho de batom, apenas para brincar?

Em primeiro lugar, porque acredito que o uso de produtos como esse por uma pele infantil, que é extremamente sensível, não leve a nada de bom. Existem diversos estudos que comprovam: o uso precoce e rotineiro de cosméticos está relacionado ao aparecimento de alergias dermatológicas em muitas crianças. Então por que submeter minha filha a isso?

Que faz parte do imaginário infantil brincar de crescer, de ser adulta, eu não tenho qualquer dúvida. Mas é mesmo necessário que aspectos como o da vaidade entrem no jogo? Mais do que isso: por que não incentivar uma crença na real beleza, aquela que vem de dentro, ao invés de uma dependente de lábios e olhos coloridos?

Quero que minha filha cresça sabendo que é linda, mesmo quando está de rosto lavado. Que se sinta forte e magnética, sem qualquer artifício seja utilizado.

A única exceção que faço a essa regra são ocasiões onde a maquiagem não é usada como tal e, sim, como uma fantasia. Sim, minha filha teve as bochechas pintadas na última festa junina, e passou um leve brilho labial (infantil) na apresentação de balé do fim do ano.

Mas são situações muito esporádicas, em que o uso dos produtos não está ligado diretamente ao mundo feminino adulto. 

E você, o que acha sobre esse assunto?

(Foto: Getty Images)