Comportamento

É bom as crianças serem vaidosas?

Por Jorge Freire Jr.

Seu filho ou filha adora ficar no espelho quando coloca uma roupa nova? Pois saiba que a vaidade pode ser uma aliada para seu desenvolvimento

É bom as crianças serem vaidosas?

Quando a minha esposa está se arrumando para ir trabalhar, minha filhinha de 1 ano e 4 meses fica lá, em nossa cama, vendo todo o processo da mãe: coloca a roupa, olha no espelho, penteia o cabelo, olha novamente no espelho, coloca o brinco, olha pela 10ª vez no espelho...

Crianças aprendem por repetição. Não é que minha filha ao colocar uma blusa, uma calça ou até mesmo colocar um enfeite no cabelo ou se pentear sai correndo para ver como ela está no espelho? E depois de se ver, fica chamando o irmão e a mim para vermos como ela está.

A vaidade é importante na primeira infância, pois ajuda a construir a boa autoestima (via). Porém, claro, precisa de moderação.

Os pais precisam sim incentivar a vaidade, mas com ressalvas.

Não devemos pular etapas e transformar nossos filhos e filhas em miniadultos. Precisamos também desestimular o uso de roupas de grifes, e assim criar filhos menos consumistas.

O excesso de vaidade pode ser prejudicial. Se as crianças começam a se preocupar muito com a própria imagem, certamente irão se frustar com isso, pois acham que nunca é o suficiente e sempre vão querer mais e mais, explica Andrea Ramal, doutora em Educação pela PUC-Rio. 

A vaidade exagerada também atrapalhar o relacionamento no ambiente social. A criança pode se achar melhor que as outras e isso gera agressividade.

Então pais e mães, cuidado! Vamos tratar nossas crianças como crianças e cuidar para que a vaidade possa trazer apenas alegrias para a vida de todos.

(Imagem: Arquivo pessoal)