Comportamento

Hora de dizer adeus a 2015 e repensar o ano

Por Helena e Joana Cardoso

Gosto de fazer um exercício todo fim do ano, avaliando os meses que passaram e definindo prioridades para os seguintes

Hora de dizer adeus a 2015 e repensar o ano

Gosto sempre de, ao chegar o último dia do ano, oferecer algum tempo do meu dia para fazer um balanço.

Penso em tudo o que aconteceu no ano que passou, fazendo uma retrospectiva tanto dos fatos quanto do que aprendi com eles.

Prefiro pensar de forma cronológica e relembrar, ao passar dos meses, tudo o que vivi.

Mas também funciona, e gostaria de sugerir, uma divisão dos acontecimentos por áreas da vida, como família, amigos, amor, trabalho e saúde. Para cada área da vida vale a pena lembrar o que fez com elas ao longo do ano.

Depois de rever e repensar todas as realizações do ano atual, sugiro traçar planos para o seguinte, a partir do que foi aprendido na análise. Ou seja, se tive uma experiência positiva em 2015, planejo dar prosseguimento. E, ao contrário, se minhas atitudes não funcionaram para o meu objetivo, estabeleço novas estratégias para o ano seguinte.

Também é interessante fazer essas metas a partir da divisão por áreas da vida, e se perguntar questões como:

  • “O que posso fazer mais (ou menos) em 2016 para o amor ficar mais fácil?”
  • “De que amigo gostaria de me aproximar no novo ano?”
  • “O que posso fazer em 2016 para ficar mais satisfeita com meu trabalho?”
  • “Qual pequeno hábito pode fazer grande diferença em minha saúde?”
  • “Quais situações familiares me geraram mais alegrias em 2015? Quero repeti-las?”

 

Para encerrar, é bem desafiador e um tanto quanto gratificante quando resumo o ano que passou em uma palavra, e escolho, também em uma palavra, qual será minha prioridade absoluta no ano seguinte.

Espero que vocês também, assim como eu, aproveitem as dicas deste balanço, e desde já, um feliz Ano Novo a todos!

Por Helena Cardoso

(Foto: Morguefile)