Comportamento

Tem gente que se entrega sem se entregar

Por Helena e Joana Cardoso

Sim, essa é uma estratégia comum de autoproteção

Tem gente que se entrega sem se entregar

Acontece em diversas áreas de nossas vidas, mas talvez seja mais fácil de observar nos relacionamentos: para se defender, é comum que um dos parceiros “se entregue pela metade”.

Isso significa que estão com um pé dentro da relação e outro fora. Estão namorando, mas não estão completamente apaixonados. Dizem que amam, mas não entregam o coração.

Acontece por medo. Medo da vulnerabilidade. Medo de entregar tudo o que tem e ser roubado. Medo de ficar desestruturado em caso de abandono. Medo de se sentir nu, como naqueles pesadelos infantis onde vamos pelados para a escola.

Diante do medo, travamos. Nos protegemos desse pior cenário, onde perdemos tudo, mas nos privamos do melhor cenário, onde sentimos o extraordinário.

Somente quando nos permitimos ser falhos é que nos expomos ao melhor e ao pior que a vida tem para nos oferecer.

Essa montanha-russa costuma ser muito mais emocionante do que a segurança de quem não perde o controle. Acredite!

Por Helena Cardoso

(Foto: Morguefile)