Cozinha

10 dicas práticas para montar a lancheira dos filhos

Por Patrícia Cerqueira
@Comida Boa Muda Tudo

Algumas regras que costumo seguir para não me perder na hora de preparar a comidinha que vai para a escola

10 dicas práticas para montar a lancheira dos filhos

As aulas voltaram e o retorno da montagem das lancheiras, também. Para não ser surpreendida com a falta de opções saudáveis para enviar para os filhos na escola, elaborei 10 regras básicas que costumamos seguir por aqui:

  1. Não esqueça que são lanches para 5 dias na semana! Sim, essa é a primeira dica porque a gente não lembra disso, principalmente no retorno das férias. Vai por mim!
  2. Mantenha um estoque de frutas frescas com casca dura e de consumo fácil, pois elas demoram mais para estragar que as de casca mole. São as clássicas banana, maçã, pêra e uva, que salvam a lancheira principalmente nos últimos dias úteis da semana, quando as outras frutas já acabaram.
  3. Comece a semana incluindo frutas frescas que estragam com facilidade, como manga, melão, melancia, pêssegos, ameixas, morangos, kiwis. Deixe para os últimos dias, as frutas de casca dura.
  4. Tenha pães de tipos variados: integral de forma, croissants, de queijo, baguetes de fermentação natural, bisnaguinhas, fofos de cenoura, australiano, de batata. Cada dia você manda um diferente e a lancheira não fica com sabor repetido.
  5. Opte por recheios com alguma proteína vegetal ou animal para substituir os embutidos que, se consumidos todos os dias, fazem muito mal à saúde. Prefira sempre queijos cremosos, queijo branco, frango desfiado, atum, patês variados (de ricota com azeitona ou com salsinha), homus, babaganuche ou creme de berinjela, pesto.
  6. Mande água em 100% dos dias. Sim, água. Não há razão para levar suco e fruta. Ao optar pelo água, você economiza dindim não comprando sucos de caixinha.
  7. Opte por potinhos para acondicionar o lanche. Mas se seus filhos são como meus, tenha um estoque de papel-alumínio e sacos para guardar o lanche. Não é de fato a melhor opção, mas meus filhos perdem lancheira, potes, talheres...
  8. Lembre-se de que o lanche de escola não pode ter refrigerante e salgadinho todos os dias. Mas, como as crianças gostam, inclua muffins, cookies, brownies para alegrar a pessoinha que irá degustá-lo.
  9. Prepare a lancheira com um tiquinho de tempo. Com pressa, a gente costuma colocar a primeira coisa que aparece pela frente - e o refrigerante e o salgadinho sempre costumam pular na nossa cara nas horas de aperto. A outra opção para não correr esse risco é montar um cardápio só com opções para a lancheira.
  10. Lanche de escola não é uma refeição igual a almoço ou jantar. Logo, maneire na quantidade de comida que será enviada. A gente tende a colocar mais do que os pequenos comem. O resultado é comida que volta e desperdício alcançado.

Beijos,

Patricia

(Foto: Getty Images)