Cozinha

Food Revolution Day: transmitindo para as crianças o direito de se alimentar bem

Por Samantha Shiraishi
@maecomfilhos

Nossos filhos podem fazer toda diferença na mudança que desejamos para o mundo. Falando de alimentação saudável em casa, multiplicamos o conhecimento

Food Revolution Day: transmitindo para as crianças o direito de se alimentar bem

Cresci no interiorzão, onde a gente precisava preparar tudo (pois não tinha nem padaria). Cozinho desde os 9 anos de idade, mas foi vendo um programa de TV de Jamie Oliver que descobri que, além das salsinhas e cebolinhas cultivadas na janela da cozinha, eu poderia sonhar em plantar minhas próprias batatas!

Não plantei, claro, mas as maluquices culinárias dele criaram uma pequena revolução no meu lar - algo que talvez nem ele tenha pensado quando começou a mostrar na TV que podemos cozinhar para ter uma vida melhor, que daria para cultivar algumas coisas para consumo próprio no quintal ou varanda e que lugar de homem é na cozinha.

Pai de algumas meninas e um garotinho, creio que ele ainda não sentiu na pele que essa sua revolução cria protagonismo infantil e juvenil, levando crianças para cozinha e estimulando meninos a seguirem a carreira.

Aqui em casa sempre teve um pequeno dizendo que seria chef - nosso filho do meio, Giorgio, alardeava isso desde os 3 anos! - mas foi depois de Jamie e da experiência como representante do NeverSeconds, movimento inspirado no Food Revolution Day, que o mais velho, Enzo, descobriu seu grande talento na cozinha, tanto que a gastronomia já chegou até a fazer parte dos possíveis planos de carreira dele para o futuro.

Há ano eles criaram um projeto novo, o #2nerdsnacozinha, e fazem receitas ao vivo, no ritmo de Instagram, com microvídeos em tempo real sobre as comidas que preparam (quase) sem ajuda.

Sabem o que eu descubro nos bastidores? Vários amigos nossos, jovens que saíram da casa dos pais recentemente, se animam a cozinhar vendo os meninos, comentando: “Se eles fazem, eu tenho que conseguir”.

Todo mundo pode cozinhar! Lembrou do chef Gusteau, de Ratatouille? Eu penso nele sempre que estou na cozinha!

E acho que a ideia do Food Revolution Day, que acontece neste dia 15 de maio no mundo todo, é exatamente esta: mostrar que todo mundo pode cozinhar.

Nossos filhos podem fazer toda diferença nessa mudança que desejamos para o mundo, pois, ao falarmos de alimentação saudável em casa, multiplicamos o conhecimento, que chega às escolas e à comunidade.

Vamos ajudar muitas crianças a aprenderem que têm o direito de se alimentar bem?

Participe do "Food Revolution Day" (Dia da Revolução Alimentar) neste dia 15 de maio. O convite é para que as pessoas cozinhem seus próprios alimentos (em vez de consumir fast food ou comidas congeladas ou enlatadas), conheçam melhor sua própria comida e prestem atenção na forma como nos alimentamos.

Mais informaçõs no site da campanha.

(Imagens: Acervo pessoal e divulgação do evento)