Cozinha

O que fazer com ervas frescas?

Por Patrícia Cerqueira
@Comida Boa Muda Tudo

Para evitar desperdício, use manjericão, alecrim, tomilho e sálvia em variadas receitas

O que fazer com ervas frescas?

Será que isso acontece só comigo? Será que uso a quantidade correta?

Vamos ao problema: sempre que compro ervas frescas para alguma receita, sobra bastante, mesmo após o prato pronto.

Isso acontece, desconfio, porque algumas receitas pedem, por exemplo, dez folhas de manjericão de um maço que deve ter mais de 200! (Logo, respondendo a uma das minhas perguntas, acho que não peco na quantidade).

Tiro as dez folhas, coloco-as na receita. Fico olhando para o maço rechonchudo que vai para geladeira e já começo a pensar em qual receita ou receita"s" terei de fazer nos próximos dias para não perder a erva (e isso acontece com todas, menos alecrim, o único que foi adiante na minha micro-horta).

Na última vez que me deparei com a sucursal de uma horta dentro da geladeira (marido fez duas receitas que precisaram de manjericão, tomilho e sálvia), entrei em pânico. Como iria perder todos aqueles sabores fantásticos!?

Recorri a várias receitas para aproveitar o que tinha. Deu muito certo e, como acho que não sou a única a sofrer com esse "problema", compartilho algumas soluções que encontrei.

Há outras sugestões, como fazer manteiga de ervas ou "congelar" com azeite nas forminhas de gelo. Mas eu não as testei, então não sei se funcionam.

As outras receitas, por aqui, deram muito certo e foram aprovadíssimas.

Por fim, acrescento que a melhor maneira de ter as ervas frescas, sem desperdício, é plantando. As mudas são baratas. Custam cerca de R$ 2 e demandam pouco cuidado. 

Beijos,
Patrícia

(Fotos: Arquivo pessoal)

1
Tapenade
A tapenade é uma pastinha, quase um patê, à base de azeitona, anchovas e ervas frescas. Como a anchova não é bem aceita por aqui, descobri uma versão vegetariana da Rita Lobo, que fui adaptando para o paladar familiar. Basicamente é: triturar azeitonas verdes e pretas, nozes (ou qualquer outra castanha), alcaparra, algumas folhas de manjericão (ou qualquer erva fresca), azeite, um dente de alho e molho de soja. Os meninos amam! Usamos para passar em torradas e temperar salada.
2
Pesto
Da mesma família da tapenade, é uma pastinha usada inclusive no macarrão. O bom do pesto é que usa muito manjericão. Já escrevi aqui e repito que gosto muito da receita de pesto da Nigella Lawson, porque não precisa de nozes e você encontra a receita no meu Instagram @comidaboamudatd. Mas a original leva nozes. Aqui, no Babble, tem a receita. Digite a palavra Pesto no espaço de buscas para achá-la.
3
Arroz com bouquet garni
O bouquet garni é um amontoado de ervas frescas, amarradas por um barbante. No arroz, eu costumo colocá-las dentro de um "pano" para não soltar as folhas (o que confere um aspecto estranho e que as crianças não costumam gostar). O arroz fica aromático, perfumado e as ervas vão sumindo da geladeira.
4
Tomate com ervas frescas
Sim, uma salada simples de tomate cortado em cubinhos, bem pequenos, sem sementes, e algumas folhas de manjericão ou sálvia cortadas. Coloque esse tomate na bruschetta ou na salada de folhas e verá quão delicioso fica.
5
Nuggets caseiros com ervas frescas
Depois de triturar a carne de frango com os temperos, empane na farinha de rosca temperada com diversas ervas (tomilho, alecrim, cebolinha e salsinha triturados). Frite e congele.
6
Panquecas com ervas
Na massa tradicional, acrescente ervas frescas (salsinha, cebolinha, alecrim, tomilho e manjericão). Também pode congelada depois de pronta.