Almoços e Jantares

Transformando a comida

O que restou dos pratos do almoço pode ganhar nova vida no jantar

Transformando a comida

O almoço de domingo dos familiares, o jantar entre amigos, a festinha de aniversário do filho ou aquele prato especial que você preparou durante a semana têm pelo menos algo em comum: raramente toda a comida é consumida. O que fazer com o que sobrou?

O ideal é evitar o desperdício, não jogar nada fora, nem carregar o congelador de potinhos com o que restou. O bom é que há alternativas para dar a merecida segunda chance à maioria dos alimentos não consumidos. 

“Em casa não há desperdício de comida. Sobrou? Virou um prato novo. O ingrediente mais versátil é o arroz. Basta combinar com qualquer carne ou legume – que também podem ser sobras – para virar um novo prato, muito saboroso”, diz a dona de casa Claudia Dias, adepta às transformações na cozinha.

Além do arroz, o macarrão pode se juntar a folhas verdes, maionese e tcharam... Transforma-se uma uma salada deliciosa. As cascas de legumes roubam o lugar dos salgadinhos industrializados das crianças e dão origem a uma versão saudável de aperitivos, os chips que podem ser feitos em casa.

Carnes podem virar complemento de pasteis e pizza, peixes rendem recheios para bolinhos e as frutas ganham espaço em bolos. Até o pão pode ser reaproveitado e transformado em torradinhas.

Para você não desperdiçar mais nadica de nada, listamos algumas possiblidades. Tome nota:

O arroz nosso de cada dia

Taí um dos ingredientes que mais acumulam nas panelas depois de festas, almoços ou jantares. O bom é que se trata de um alimento superversátil, que pode ser transformado em várias outras comidinhas.

Entre as opções, dá para fazer arroz de forno, arroz de carreteiro, bolinho de arroz frito (ou assado), tortas e até transformá-lo em prato de festa ou risoto alternativo, como esta variação com casca de abóbora.

Nem versões diferentes escapam. O arroz vermelho, por exemplo, pode ganhar nova vida – confira como fazer a combinação com peixe e ratatouille.

Quer mais? Experimente preparar esta receita de Arancini, um salgado típico da Itália, que é ótima opção para reaproveitar o que não for consumido de um risoto. 

Feijão com cara nova

O companheiro do arroz também pode ganhar nova (e deliciosa) vida. Para sair do costume de colocá-lo em potinho e congelar durante semanas, que tal transformá-lo em um virado?

Tem também a opção de preparar bolinho frito ou de forno (inclusive de feijoada) e os brasileiríssimos tutu à mineira e feijão tropeiro. Outras dicas legais são hambúrguer vegan e feijão como recheio para os tacos mexicanos.

Carnes superversáteis

Não interessa se é carne vermelha ou branca, esse tipo de alimento também tem destino certo. É só colocar um pouco de imaginação na hora de cozinhar. Dá para moer (ou picar) as carnes e transformá-las em recheios de croquetes, pasteis, rissoles ou escondidinhos.

Aquele frango já cozido que não foi todo consumido no almoço vira recheio de coxinha, torta, empada, lasanha, omelete, panqueca recheada ou pizza. 

Há também quem aproveite as carnes vermelhas e brancas para incrementar molhos de tomate ou de queijo. Huumm! As carnes do churrasco também são reaproveitadas: olha só essa dica delícia de farofa!

Legumes para todos os gostos

Ideias do que fazer com legumes? Há várias opções: é possível transformá-los em fritadas e recheios para omeletes. Também dão novas cores e sabores para aquela salada cheia de folhas, incrementam o arroz de forno ou viram um purê de legumes colorido. Tem também quem aposte em uma sopa de legumes, que fica uma delícia!

Nada se perde

  • Macarrão: se ainda não foi misturado a molhos, vale transformá-lo em ingrediente principal de uma saladinha superleve.  Experimente também preparar um macarrão ao forno.
  • Pão: sabe aquele pãozinho francês que ficou dando sopa? Corte-o em fatias grossas, tempere com manteiga e alho e asse em forno por 10 minutinhos. A torrada fica uma delícia! Os pães também podem dar uma cara especial para uma massa diferente de lasanha, servir como base para tortas ou ser o ingrediente principal do famoso pudim de pão.
  • Peixe: mesmo a vida útil do peixe assado sendo menor, se comparada a carnes vermelhas, também pode ser reaproveitado em outros pratos. Eles ficam ótimos como temperos de sopa ou transformados em bolinhos fritos. A sobra desse ingrediente pode incrementar pizza e ser recheio de pastel e torta, e assim por diante.
  • Bolacha: sabe aqueles sacos de bolachas água e sal? Não jogue-os fora. A dica é transformá-los em massas de torta e até em uma massa de pizza diferente - a criançada adora! Se a bolacha doce já está murchando, aproveite-a em deliciosos pavês e tortas.
  • Fruta: já que têm vida útil menor quando descascadas, podem incrementar saladas diferentes. Elas também servem como ingrediente principal de tortas, ficam uma delícia se misturadas com gelatina e reforçam o sabor do milk-shake. Para quem prefere dar um gostinho a mais em pães ou biscoitos, dá para preparar geleias diferentes. Outras ideias ótimas aqui.

 

(Foto: Getty Images)