Criar e brincar

Brinquedos para uma vida

Por Patrícia Cerqueira
@Comida Boa Muda Tudo

3 sugestões de brinquedos que podem ser explorados pelos pequenos por muito tempo

Brinquedos para uma vida

*PUBLIEDITORIAL

Descobri que as crianças são capazes de desenvolver uma relação afetiva com determinados brinquedos, mesmo que já tenham passado um tantinho do tempo de brincar com eles. 

Aconteceu com Miguel quando os brinquedos da PlaySkool, da Hasbro, chegaram em casa para que fossem testados – em princípio com crianças da idade indicada na caixa (ou seja, a partir de 12 meses).

Miguel foi logo abrindo as caixas e reviveu os tempos de pequenino, quando brincava até cansar com o cubo com formas geométricas, os blocos de encaixar e o play set de martelar. Como contei nesse post aqui, os meninos adoravam esses brinquedos!

Miguel, em particular, passava horas distraído encaixando as peças no cubo. Ficava tão feliz quando conseguia encaixar que, imediatamente, tirava tudo de dentro do cubo, jogava no chão e recomeçava a brincadeira. 

E aqui vai uma dica de mãe: se você não sabe com o que presentear seu filho ou uma criança que tem entre 1 e 2 anos, dê o cubo. 

Com certeza, ele será muito explorado, porque é um brinquedo desafiador, assim como os blocos de empilhar, o favorito do Samuel (meu outro filho), aos 18 meses. 

Lembro que Samu não demorou nada para entender a brincadeira de encaixar as peças, uma hora um pote dentro de outro. Em outro momento, um sobre o outro. 

Os blocos são indicados para crianças a partir dos 12 meses. Parece um brinquedo simples, sem pirotecnia, mas é tão usado pelas crianças. É outra escolha acertada como presente.

Os blocos são perfeitos para treinar a coordenação motora, assim como o play set de martelar, que também ensina o princípio de ação e reação. Com 2 anos, Miguel ficou fascinado com esse brinquedo. 

No começo, ele tinha um pouco de dificuldade para acertar na cabeça do boneco. Mas bastou acertar uma vez e ver o que acontecia para tentar, tentar e tentar... É impressionante como os bebês aprendem rápido. E é uma delícia ficar martelando as coisas nessa idade!

Enfim, esses três brinquedos vão garantir horas a fio de brincadeiras prazerosas com os pequenos, tenho certeza, pois foi assim com Samuel e Miguel. 

Tanto foi assim que ao se ver diante dos queridos brinquedos, meu caçula não titubeou e quis relembrar seus deliciosos momentos da primeira infância. Pois não é que, novamente, ficou horas e horas entretido? Diversão não tem idade mesmo!

Beijos,
Patricia

(Imagens: Arquivo pessoal)