Dentro de Casa

Chegou em casa cansada, mas seu filho quer brincar?

Após um dia exaustivo, não é fácil voltar para casa, enfrentar a maratona doméstica e ter pique para interagir com os filhos. Saiba driblar o cansaço e descubra algumas brincadeiras para esses momentos!

Chegou em casa cansada, mas seu filho quer brincar?

Um dos grandes desafios das mães modernas é conciliar os compromissos profissionais e ainda ter disposição para voltar para casa e dar atenção aos filhos. Nem sempre sobra pique para acompanhar o ritmo dos pequenos, que só pensam em brincar.

Outras vezes, falta criatividade para entreter a turminha, que dificilmente se concentra em apenas um brinquedo. Para a advogada Fernanda Bonucci, 36 anos, mãe de Pedro, de 2 anos, que trabalha cerca de 9 horas por dia, ao voltar para casa, sua prioridade é distrair o filho.

“Só que falta imaginação para diverti-lo. Procuro objetos simples e coloridos para que ele possa brincar e, ao mesmo tempo, aprender”, comenta. No entanto, Fernanda confessa que não consegue inventar muitas brincadeiras para esse momento, dificultando um pouco a interação.  

De acordo com a psicopedagoga Raquel Caruso, coordenadora da Equipe de Diagnóstico e Atendimento Clínico-SP (EDAC), por meio de uma estimulação adequada, é possível melhorar o desenvolvimento infantil, possibilitando à criança desenvolver todo seu potencial.

“Isso ainda facilita abertura de um leque de oportunidades de experiências, explorações e movimentos, fornecendo a ela a habilidade de compreender o mundo ao seu redor, promovendo, assim, a aprendizagem, a autonomia e valorizando diferentes formas de comunicação”, completa. 

Por isso, dedicar um tempo a essa interação é essencial. Para Mayara De Conti L. De Oliveira, 28 anos, mãe de Théo, 1 ano e 4 meses, a única maneira de aproveitar o momento que está com o pequeno é fazê-lo participar das rotinas domésticas.

“Enquanto preparo o jantar, ele brinca com potes e talheres. Dessa maneira vai entendendo a importância de participar e estarmos sempre juntos”, avalia. 

Está na hora de brincar!

Agora vem a notícia boa: selecionamos algumas sugestões de brincadeiras para os dias em que você, mãe, está muito cansada. São ideias que podem ser colocadas em prática enquanto recolhe a roupa do varal, prepara o jantar ou assiste TV.

As propostas foram elaboradas com ajuda de Luciane Motta, diretora executiva da Casa do Brincar (SP); Maria de Fátima G. F. Pupo, diretora pedagógica da Escola Girassol (SP); e da psicopedagoga Raquel Caruso.

Tais propostas não exigem muito esforço, mas podem fazer diferença para o pequeno que está buscando um pouco de atenção. Vamos lá!

Explorando as panelas: enquanto prepara o jantar, deixe que o filho tire panelas do armário e as coloque no chão. Peça para que encaixe uma dentro da outra ou ache a tampa de cada uma e, se quiser, dê uma colher de pau e deixe que misture papéis picados ou pedrinhas, fazendo comidinha imaginária.

Divirta-se com ímãs de geladeira: na cozinha, escolha um local para manter peças de diferentes categorias, como frutas, objetos e partes do corpo. Depois, vá solicitando os ímãs para a criança, pedindo que ela repita o nome de cada item e cole-os na geladeira, criando histórias.

Organizando a casa: pense em algo que a criança já consegue fazer sozinha e lhe dê como tarefa. Para ficar divertido, desenvolva gincanas. Por exemplo, quem consegue colocar mais brinquedos no cesto em 1 minuto. Faça pontuação em folha sulfite, grude na geladeira, conferindo a evolução da brincadeira.

Brincando com a roupa: enquanto recolhe a roupa do varal, o filho pode ajudar a encontrar o par de uma meia, a separar os blusas das demais roupas, a dividir as peças de cada integrante da família. Você também pode pedir que ele identifique e nomeie quem é o dono de cada item.

Livros e brinquedos no banho: diga ao filho que pode selecionar alguns brinquedos ou livros (dentre os que podem ser molhados) e ofereça um paninho para que possa lavá-los. Deixe que ensaboe, enxague e coloque-os para secar. Isso pode estimular crianças que dão trabalho na hora do banho, agilizando o tempo da mãe.

Banho divertido: outra dica é propor penteados na hora de lavar o cabelo, modelando os fios com a espuma do xampu. Use ainda sais de banho para fazer espuma na banheira, escondendo partes do corpo, fazendo máscaras de espuma no rosto, brincando com potinho de encher e esvaziar etc.

Explorando o armário: enquanto arruma o quarto, deixe a criança mexer em uma parte do guarda-roupa: provar sapatos e botas, pegar colares, pulseiras, gravatas, bolsas e echarpes. Os pequenos costumam se divertir devido à fascinação que cultivam pelo universo dos adultos.  

Caixa-surpresa: enquanto assiste TV, coloque diversas miniaturas de diferentes categorias e texturas em uma caixa de papelão. E vá solicitando à criança que, tateando as peças, nomeie os objetos que for retirando da caixa.

Recortando revistas: ofereça um caderno de desenho ou folha sulfite e oriente que seu filho recorte personagens, lugares e objetos nas revistas. E a partir da colagem dessas figuras, pode-se criar uma história. É interessante que os personagens representem a sua família.

(Foto: Getty Images)