Dentro de Casa

Como estimular a criatividade das crianças

Alguns detalhes simples no dia a dia fazem toda a diferença no desenvolvimento dos pequenos

Como estimular a criatividade das crianças

Criatividade, curiosidade, inspiração, imaginação... Tudo isso é inerente ao universo infantil. Mas, para que essas habilidades se desenvolvam adequadamente, é importante que os pais ajudem a motivá-las.

A criatividade, por exemplo, pode ser estimulada desde muito cedo, através de sons, imagens e movimentos. Depois, os bebês brincam com blocos de montar e massinhas de modelar. Quando entram na infância, as crianças podem aumentar o seu repertório de brincadeiras.

Já pensou no seu filho se tornando um grande inventor, tal qual os personagens Phineas e Ferb, que desenvolvem grandes projetos? E já que neste 4 de novembro é comemorado o Dia do Inventor, conversamos com a pedagoga Camila de Oliveira, que dá algumas dicas para você incentivar seu pequeno a ser bem mais criativo.

Dentro de casa

. Tenha sempre à disposição folhas de papel em branco ou cartolinas e materiais de desenho, como lápis de cor e giz de cera. Assim, a criança pode colocar o seu sentimento no papel sempre que sentir vontade.
. Lembra das atividades com sucata que fazia na escola? Elas são maravilhosas. Caixas de papelão, tampinhas e embalagens são bem-vindas para a construção de brinquedos.
. Quem nunca brincou de cabaninha? Bastam alguns lençóis, cadeiras, brinquedos e pronto!
. Você já pensou em deixar o quarto do seu filho mais atraente? Monte uma minibiblioteca baixinha para deixar os livros sempre à mão, por exemplo. Ou pinte uma das paredes com tinta de lousa e deixe alguns gizes à disposição.
. Ao contar uma história, peça para o seu filho inventar um novo final para ela.

Fora de casa

. Teatro, atividades envolvendo música e leitura são ótimas formas de estimular e exercitar a criatividade, além de contribuírem para o desenvolvimento infantil.
. Fuja da rotina! Fazer sempre as mesmas coisas deixa o cérebro preguiçoso. Já pensou em sair um pouquinho da frente da televisão e passar uma tarde brincando com água no quintal da casa da vovó? Ou tomando um banho de chuva?
. Faça passeios que estimulem a imaginação. Em vez de ir ao shopping, vá ao zoológico, ao circo ou a uma praça. Observe o comportamento do seu filho e estimule-o a brincar.

O que você não deve fazer

. Não reclame o tempo todo da bagunça ou da sujeira. O desejo das crianças de explorar e criar é natural. Ela pode ficar com medo de brincar e decepcionar os pais.
. Não permita que a televisão ou o computador sejam as únicas fontes de diversão dos seus filhos.
. Não reprima os impulsos naturais de exploração deles.
. Não exija que o seu pequeno fique quieto por muito tempo. Ele pode se acostumar com o tédio.
. Não dirija as brincadeiras sempre. Deixe que ele brinque do jeito dele, mesmo que saia do “padrão”.

Quer saber qual é o maior estímulo de todos para os seus filhos? O seu exemplo e companhia! “Seja espontânea. Compartilhe com ele o que gosta de fazer, ensine o que sabe. Esteja presente e tire suas dúvidas. Não há estímulo maior do que os pais”, complementa a pedagoga.