Dentro de Casa

Paredes sem manchas - mesmo depois dos filhos aprontarem!

Canetinha, chocolate, lápis de cor... Aprenda a dar um fim nesses e em outros rastros de sujeira

Paredes sem manchas - mesmo depois dos filhos aprontarem!

Quem tem criança em casa sabe bem: nada pode ser mais atraente para uma mãozinha lambuzada ou para a inspiração artística dos pequenos do que uma bela – e limpa – parede branca.

A boa notícia é que existem inúmeras misturinhas e bons produtos disponíveis no mercado que ajudam a eliminar todos esses rastros.

“Quando minha filha Sofia tinha apenas 2 anos, tivemos um contrato de aluguel em que entregaríamos o apartamento sem pintá-lo. Eu me preocupava bastante, mas não podia me estressar, pois ela estava em uma fase de exploração e adorava uma parede”, conta a blogueira Talita Cavalcante, que reúne diversas dicas na sua página Dona Perfeitinha.

Com a ajuda dela e de outra supermamãe-blogueira, Rafaela Oliveira, do Organize Sem Frescuras, reunimos uma série de dicas que vão ajudá-la a deixar as paredes da sua casa sempre limpinhas.

Escolhendo a tinta certa

Se você tem a oportunidade de pintar as paredes da sua casa em breve, avalie as características de cada tinta disponível no mercado para descobrir aquela que melhor atende a suas necessidades.

“Tintas feitas à base d’água não têm cheiro forte e secam rápido. Já as acetinadas são mais fáceis de limpar e não têm efeito brilhoso. A tinta fosca esconde as imperfeições da parede, porém, é mais difícil de limpar”, explica Rafaela Oliveira.

“Lavar rotineiramente as paredes pode acabar danificando a tinta. Por isso, quem tem crianças ou animais, deve investir em uma versão lavável”, alerta Talita.

Limpeza periódica

O ideal é realizar uma faxina semestral. O truque da Rafaela é passar aspirador nas paredes e uma esponja úmida (não abrasiva), com sabão de coco líquido, naquelas marquinhas de mão e outras sujeirinhas.

Mas não é só isso que funciona. Confira algumas combinações que eliminam manchas clássicas feitas por crianças – e também por adultos:

  • Canetinhas hidrocor: utilize álcool absoluto (100%), à venda apenas em farmácias. Embeba uma flanela ou algodão e friccione (bastante) o local da mancha. Atenção ao armazenamento do produto, mantendo-o longe do alcance das crianças.
  • Caneta esferográfica: umedeça um pano limpo com um pouco de leite quente e passe sobre a sujeira. Depois, invista em um pano seco para eliminar os excessos.
  • Lápis de cor, tinta guache, molho de tomate e marcas de terra: faça uma solução com 1/2 copo de água morna + 1 colher (sopa) bem cheia de bicarbonato de sódio. Com uma esponja macia, esfregue a mistura nas manchas da parede.
  • Arranhões e grafite: basta friccionar uma simples borracha branca (e limpa) no local.
  • Figurinha adesiva: amoleça o adesivo com água morna (quase quente) e esfregue com uma esponja macia. Caso fique algum resíduo de cola, passe um pouco de removedor para limpeza doméstica. “Para adesivos 100% plástico, basta apostar em uma flanela úmida com produto multiuso de limpeza. Mas atenção: caso o modelo seja vazado, dispense o multiuso. Para adesivos de papel, utilize um pano seco”, diz Talita.
  • Chocolate: pano úmido e uma dose de paciência – evite produtos tira-manchas, que podem acabar retirando a própria tinta

 

Esqueça o branco

Uma ótima maneira de deixar as crianças livres para criar nessa superfície tão adorada é investir em uma parede de lousa.

“Aqui em casa utilizei um papel adesivo preto fosco. O efeito é tão bom quanto uma parede de tinta, mas muito mais fácil de limpar”, conta Rafaela.

(Foto: Getty Images)