Ideias Disney

Mochilão com a Disney: filmes que são uma aula de geografia

Taí uma boa maneira de as crianças conhecerem os países de uma maneira divertida: assistindo a filmes que elas adoram

Mochilão com a Disney: filmes que são uma aula de geografia

Basta ligar a TV com um filme da Disney que as crianças ficam loucas! Os desenhos e os filmes fazem a turminha sonhar e levam a imaginação dos pequenos para bem longe. Mas, além de divertir, os longas também podem ensinar. Que tal aprender um pouco mais sobre a Inglaterra assistindo a história da babá Mary Poppins ou pegar carona com a galera de Carros e visitar diversos países? Veja a lista de 10 filmes para rodar pelos quatro cantos do mundo.

Procurando Nemo: Sydney, na Austrália
O pai de Nemo, Marlin, e esquecida Dori saem mar afora buscando o peixinho após a captura do filhote. Eles fazem um longo caminho até a baía de Sidney, cidade australiana, para resgatar Nemo. O pequeno peixe-palhaço passa a viver em um aquário, em um consultório dentário. O principal cartão postal de Sidney é a Ópera, que também aparece no filme. A grande quantidade de surfistas que vai aproveitar as boas ondas das 70 praias do lugar também merecem atenção. Eles são tantos que, no filme, as tartarugas os representam, reproduzindo suas gírias e jeito descolado. Se a plateia for louca pela história de Nemo, um passeio até a praia e uma aula de surf podem ser uma animada ideia para o fim de semana, hein?

Carros 2: Japão, Itália, França e Inglaterra
Relâmpago McQueen e sua turma voltaram em Carros 2 participando de um Grand Prix Mundial com uma importante missão. A primeira parada deles é em Tóquio, no Japão. A metrópole de 8 milhões de habitantes que combina a tradição com a modernidade japonesa não trouxe os melhores resultados para o protagonista. O melhor, mesmo, veio com a Europa: o romantismo correu solto quando a equipe de McQueen chegou à Paris, na França – aliás, a passagem pela Cidade Luz nos faz pensar em outro filme: Ratatouille. Somos apresentados à Torre Eiffel, ao Arco do Triunfo, à encantadora avendia Champs-Elysées e outros pontos de referência da cidade. McQueen e seus amigos ainda passam pela Itália e pela Inglaterra. Em Londres, eles se aventuram pelo Big Ben e outros pontos turísticos da capital inglesa.

Mary Poppins: Londres, no Reino Unido
O filme Mary Poppins é referência de uma geração. A babá com poderes mágicos leva à casa do Sr. Banks um mundo surpreendente. Após algumas candidatas saírem assustadas da casa do banqueiro, a dupla Jane e Michel foi finalmente “domada” por Mary e, juntos, vivem muitas aventuras. Diferente da maioria da população londrina de 7,5 milhões de habitantes, a babá não pega o metrô para se locomover. É com seu guarda-chuva que Mary voa por alguns dos patrimônios mundiais que ficam na capital britânica – e um dos principais polos financeiros do mundo. Os ingleses são famosos pelo consumo de chá. Eles tomam quase o dobro que os irlandeses, que ocupam o segundo lugar nesse ranking. É na capital inglesa onde fica o famoso Castelo de Buckingham, residência oficial dos monarcas. Hoje, além de toda a história que Londres possui, a uma cidade também é uma das mais multiculturais do mundo: 25% de sua população não é nascida na Inglaterra.

Aristogatas: Paris, na França
Madame Adelaide cuida de seus quatro gatos com exímio. No entanto, o mordomo da casa não possui o mesmo amor pelos felinos. Cansado da bagunça que os bichinhos de Adelaide fazem, o mordomo se farta e resolve levá-los para um lugar longe de Paris, na calada da noite. Determinados a voltar para a capital da França, eles começam uma odisseia com a ajuda de amigos que vão conquistando pelo caminho. Depois de muita confusão, os gatos finalmente avistam os telhados azuis da cidade, assim como as margens do Rio Sena. Paris é um lugar cheio de detalhes e curiosidades. Um dos pontos mais conhecidos é a Pont Neuf, que em português significa Ponte Nova. O interessante é que essa é a ponte mais antiga da cidade, sendo a primeira a facilitar a passagem entre os dois lados do rio. Outro fato é que o principal cartão postal da cidade de 3 milhões de habitantes, a Torre Eiffel, era uma construção temporária. A torre de 324 metros foi erguida para a Exposição Mundial em 1889 e deveria ser desmontada em 1909. Devido à sua altura, passou a servir como uma antena de transmissão de rádio e por isso continuou – e continua – em pé.

Mulan: China
Para lutar a favor de seu país, Mulan esconde sua verdadeira identidade atrás dos trajes de um guerreiro. A animação se passa durante a dinastia Han, época em que todas as famílias deveriam enviar para essa batalha um representante homem da família. No entanto, o pai da chinesa já estava idoso e doente, e não teria condições de retornar à sua cidade. Por isso, Mulan corta o cabelo e se veste como um guerreiro para poder representar o pai. Os produtores do filme fizeram um grande trabalho para deixar os principais marcos chineses os mais fiéis possíveis com a realidade. Os mais de 8 mil quilômetros da Grande Muralha e a Cidade Proibida, em Pequim, são retratadas no filme. A China é o país mais populoso do mundo, com 1,4 bilhões de habitantes. O filme pode ser uma inspiração também para a cozinha. Que tal preparar um saboroso yakisoba para acompanhar?

Mogli: Índia
A história de Mogli acontece em Madhya Pradesh, também conhecido como o coração da Índia, devido à localização geográfica. Foram nas florestas indianas que Mogli vive sua infância, aprendendo a conviver com animais e a natureza. O menino-lobo e seu melhor amigo, o urso Balu, partem rumo à grande cidade. Além de Balu, Mogli convive com outros diversos animais, alguns mais curiosos, numa relação de amizade que justifica a sessão cinema em casa. Uma visita ao zoológico com as crianças pode ser uma boa forma de completar as informações da animação.

Bernardo e Bianca: Nova York, nos Estados Unidos
Nova York tem muitas atrações, como a luminosa Times Square e o prédio de 102 andares, o Empire State. A cidade atrai turistas do mundo todo e é onde ficam uma das principais sedes da Organização das Nações Unidas. Além das 10 mil pessoas que trabalham na ONU, no subsolo do prédio funciona uma organização de ratinhos que se dedica a encontrar pessoas vítimas de sequestro. É claro que a última parte é ficção. Em Bernardo e Bianca, os dois ratinhos partem pela Big Apple para resgatar Penny, uma menina órfã que está desaparecida. A cidade da estátua da Liberdade possui quase 9 milhões de habitantes e é conhecida pela sua multiculturalidade: 37% de seus habitantes são de origem estrangeira.

Jamaica Abaixo de Zero: Calgary, no Canadá
A comédia conta a história de atletas jamaicanos que vão ao Canadá para competir nas Olimpíadas de Inverno. Ninguém acredita muito que a equipe de um lugar tropical possa ser bem-sucedida em um esporte feito sob a neve. Calgary foi a cidade-sede dos Jogos de Inverno em 1988 e é a terceira mais populosa do Canadá. O frio por lá é intenso e as temperaturas podem cair até aos 10 graus negativos. Por isso, os canadenses possuem diversas receitas deliciosas que combinam bastante com o frio. A combinação mais famosa é a de panquecas com maple syrup, um xarope feito de bordo, a folha vermelha estampada na bandeira do país. No Brasil, o xarope pode ser encontrado em lojas especializadas. Deu água na boca? Um lanche da tarde canadense saindo para já!

Lilo & Stitch: Kauai, no Havaí
Um extraterrestre acaba parando no Havaí e tem a sorte de ser resgatado por uma garotinha que o adota como seu bicho de estimação. E assim foi feita a dupla Lilo & Stich. Lilo é uma havaiana tradicional: conhece a língua local, sabe dançar o Hula e é louca por manapua, comida típica da ilha, preparada com frango. Entre o que é retratado na animação, há alto que todos conhecem sobre o Havaí: o hábito de usarem colares de flores em ocasiões especiais. Já imaginaram, então, a festa que a combinação de dança Hula, boa comida e esses colares podem dar? Prepare o clima com uma tarde havaiana em casa. A sugestão para deixar as crianças ainda mais animadas com o filme é incentivar que elas mesmas façam seus colares de flores. Ateliê de colares de Lilo, por que não?

O Rei Leão: África
Depois de anos perdido na selva, Simba retorna à cidade de seu pai para salvá-la do reinado de seu maldoso tio Scar. A aventura de Simba acontece nas savanas do leste africano e, por isso, apresenta diversas crenças do povo local. Para retornar ao trono, Simba conta com a ajuda da leoa Nala, o javali Pumba e o suricate Timon. Os amigos vivem uma vida sem preocupações - ou o que eles chamam de filosofia “Hakunna Matata”. Eles enfrentam com muita criatividade e bom humor um bando de hienas e o perigoso Scar, que tentam derrotá-los a todo instante. Para reviver as emoções de um safári, as crianças podem confeccionar máscaras e usar fantasias dos personagens para deixar a imaginação rolar solta.