Ideias Disney

Paixão de mãe para filhos

Elas são apaixonadas pelos mundos mágicos da ficção e passaram para os filhos esta herança encantada

Paixão de mãe para filhos

Muitas heranças são passadas de mãe para filho através da genética, mas várias outras não têm nada a ver com os genes e, sim, com hábitos e gostos.

Manias, crenças, valores… Tudo isso transmitimos aos nossos pequenos. Mas será que nossas paixões também podem ser herdadas?

Estas cinco mães mostram que sim, que aqueles universos e personagens encantados que mexeram com elas não só podem emocionar seus filhos, como estreitar ainda mais o laço entre os dois!

Afinal, nada melhor do que a magia dos filmes para unir, não é?

Os bonecos que educam

Woody, Buzz e sua turma fazem parte da vida da maquiadora Mônica Loureiro, 29 anos, desde os 10 anos de idade, quando viu Toy Story pela primeira vez. “Foi um primo e grande amigo quem me apresentou o filme, então ele é muito importante para mim”, observa.

Na sua casa, o DVD atraiu a atenção da filha Sophia (na foto acima, com Mônica), que se apaixonou pela história como a mãe. Tanto que Mônica aproveita isso para usar exemplos do filme na hora de ensinar lições de moral para a filha.

Se assistirem ao filme juntas já é uma delicia, elas ainda criaram um hábito: “Temos algo que é só nosso. Todos os dias Sophia me pergunta: ‘Mãe, o quanto você me ama?’. Eu respondo: ‘Ao infinito e além’. E ela rebate: ‘Eu amo além do infinito e além’”, diz, cheia de amores.

A força segue na famíla

Andrea com a família

Foi na faculdade que a desenvolvedora web Andrea Damas, 44 anos, teve contato com o universo de Star Wars e a paixão surgiu. Viu todos os filmes e logo virou fã, daquelas que coleciona objetos da saga e até decora a casa com quadros dos personagens.

É claro que seu filho não ficaria imune a isso. “Desde pequeno, o Fe se acostumou a assistir aos filmes comigo e acho que ele foi aprendendo a gostar também”, conta ela, na foto com o filho e o marido Luiz Henrique.

Hoje com 8 anos, Felipe é fã da franquia: vive com camisetas temáticas e adora jogar os games Star Wars, sem contar que ama os lanches temáticos dos filmes que a mãe faz para ele. E sempre que vê algo relacionado ao assunto, corre para chamar Andrea para ver junto.

Uma lição para a filha

Mãe e filha

Quando viu o filme “A Bela e A Fera” pela primeira vez, ainda criança, Luciene de Melo, 28 anos, estudante de cinema, ficou apaixonada pela história da moça que enxerga além das aparências.

Sempre que podia, revia o filme e logo decorou a canção da princesa, que cantarolava o dia todo. Esse hábito se manteve por anos e, quando sua filha Mariana nasceu, era esta a música que usava para acalmá-la.

Logo que a pequena se interessou, Lu mostrou o filme para a filha, pois queria que ela tivesse contato com a bonita mensagem que ele passa. Hoje, Mariana está com quase 3 anos e adora o desenho.

“Quando eu chego em casa, ela quer ver o filme, para ficarmos juntinhas e comer pipoca. E depois ela fala, fala sobre a história e eu acho o máximo!", conta.

Encantadas pelos monstrinhos

A consultora de comunicação Elaine Nishiwaki, 35 anos, viu Monstros S.A. no cinema com sua irmã em 2002 e morreu de rir. Saiu da sessão apaixonada por Mike, Sully e Boo e reviu o filme dezenas de vezes desde então.

Quando sua filha Giovana fez 3 anos – hoje ela tem 9 – foi este o DVD que ela ganhou. “Eu estava com medo de que ela se assustasse, mas assistimos ao filme inteirinho e ela vibrava”, lembra-se.

Para a mãe, mais que a história divertida, o filme passa uma ótima mensagem sobre bem, mal, amizade e proteção. Além disso, com ele, as duas criaram o hábito de brincar de esconde-esconde. “É claro que a Gi é sempre a Boo”, cita.

Os Vingadores são parte da família

Se tem uma coisa que a jornalista Gabriela Franco, 39 anos, ama são quadrinhos. Sua casa é quase um santuário, repleta de posteres, gibis e bonecos. E o quarto de sua filha, Valentina, de 7 anos, não é diferente.

“Ela cresceu dentro do universo da cultura pop. É algo natural para ela saber a formação atual dos Vingadores, por exemplo, como para qualquer outra menina é saber o nome das Princesas Disney”, comenta.

As duas adoram ler gibis e curtir os filmes juntas. Thor, aliás, é o personagem favorito de Valentina.

(Fotos: Arquivos pessoais)

Step to step: