Ideias Disney

Vingadores - Era de Ultron: nem pense em perder!

Por Jorge Freire Jr.

Confira minha resenha do filme Vingadores: Era de Ultron, um dos melhores filmes de super-heróis já feito!

Vingadores - Era de Ultron: nem pense em perder!

Se você espera que "Vingadores - Era de Ultron" seja um filme com lutas sensacionais, personagens entrosados e que tenha um vilão perfeito, pode ir tranquilo assisti-lo, pois tem tudo isso e um pouco mais.

Trata-se de um filme ligado ao 220 V. Você nem percebe o tempo passar, pois há lutas o tempo todo. E o mais fascinante é que, mesmo com a pancadaria rolando solta, os diálogos são excelentes! Principalmente os de Ultron com Visão.

No enredo, Os Vingadores estão caçando a turma da Hydra pelo mundo. Como era de se esperar, existe um belo entrosamento entre os heróis. Podemos ver, em vários combates, eles combinando seus poderes.

Essa é a essência dos Vingadores e ela é mostrada exaustivamente no filme. E, vamos lá, é isso que queremos, não?

Por mais que o diretor Joss Whedon disse que iria "apagar" qualquer referência do desastroso Homem de Ferro III, notamos que o trauma da Batalha de Nova York, que assombrou Tony Stark, ainda está presente. Tão presente que essa é uma das razões da criação do Ultron.

Manipulado pela fraca e inexpressiva Feiticeira Escarlate, Tony Stark usa uma arma conhecida por todos para dar vida ao seu plano de defesa mundial: o Ultron.

Claro que tudo dá errado e o inevitável atrito entre o Homem de Ferro e o Capitão América ressurge bem mais forte.

Como eles são crescidinhos, vão ignorar isso e trabalhar em equipe para vencer o inimigo. Mas ambos nunca vão esquecer seus medos e dogmas. E esse é o gancho para o desenrolar da Guerra Civil.

James Spader está sensacional como Ultron. Ele não deu apenas a voz para o robô. Com a ajuda do Andy Serkis, que é mestre nesse quesito, Spader passou pelo processo de captura de movimento e deu vida a Ultron. E mesmo sendo CGI está bem melhor que o Mercúrio e a Feiticeira Escarlate.

Como disse no começo da resenha, os melhores diálogos do filme são do Ultron.

Imagine um robô que absorveu todo o conhecimento do mundo em poucos segundos. E como um "bom filho", acaba adquirindo a personalidade do seu pai, o Tony Stark.

Ultron é sádico, sarcástico e lógico. Ele usa a história da terra, passando pela Bíblia e até mesmo pela Era dos Dinossauros, para justificar os seus atos.

E percebemos sua humanidade em sua última fala no filme, provando que é difícil ser ateu quando está em risco de "vida".

Thor tem seu papel. Ele é o herói que percebe que tem algo estranho ocorrendo - acha que tem a ver com as Jóias do Infinito. E é ele, indiretamente, que faz com que todos confiem no Visão.

Visão está magnífico. Nasce pelado com a mão no bolso e acaba criando seu uniforme por causa dos Vingadores. Paul Bettany consegue passar calma e superioridade do personagem para as telas.

Visão é criado pelo Ultron. Perceba a ironia da coisa: Tony cria o Ultron que cria o Visão. O filho se torna pai e, na tentativa de criar algo superior, cria o seu fim. Pesado, não?

Algo que gostei bastante foi que exploraram mais a vida do Gavião Arqueiro e o passado da Viúva Negra. Interessante notar que esquecemos que eles são humanos, frágeis e que existem pessoas ali que sofrem e têm responsabilidades.

Perceba que esse nova prisma não os deixam mais fracos. Pelo contrário. Esse traço de humanidade, de família, faz com que nos identifiquemos com eles, tornando o filme poderoso e emotivo.

Bem, não posso esquecer de falar do Hulk! Notamos como o Bruce Banner é atormentado. O medo que ele tem de perder o controle é enorme e, por isso, junto com o Tony Stark, criam o Hulkbuster - uma armadura especial usada pelo Tony para tentar amansar uma fera descontrolada.

A luta entre o Hulkbuster e o Hulk é uma coisa descomunal! Claro que ela ocorre na rua de uma cidade, mas Tony aprendeu a lição em Nova York e tenta amenizar os danos colaterais.

Viúva Negra se "veste" de Natasha Romanoff para acalmar o Hulk e resgatar sua humanidade e usa um toque carinhoso de suas mãos.

Percebemos o toque Disney ali, pois lembramos muito de A Bela e a Fera. E a química entre a Natasha Romanoff/Viúva Negra e Bruce Banner/Hulk, por mais estranha que pode ser, funciona.

"Os Vingadores - Era de Ultron" é um filme de super-herói que não foi moldado apenas no primeiro filme e, sim, em todos os outros filmes solos dos heróis. Ou seja, teve planejamento e respeito aos fãs.

O resultado disso é um dos melhores filmes de super-heróis já feitos até hoje!

O que eu não gostei foi o excesso de piadinhas no filme. Poderiam ter maneirado um pouco, até porque o trailer (abaixo) do filme mostra um ar mais sério, mais dark e isso era quebrado por causa das piadas.

"Vingadores - A Era de Ultron" estreia dia 23 de abril no Brasil. Aconselho não perder esse filme!

(Imagem e vídeo: Acervo Disney)