Ideias Disney

Walt nos Bastidores de Mary Poppins chega aos cinemas em março

Durante 20 anos, Walt Disney tentou convencer P.L. Travers a ceder os direitos do filme que marcou gerações. Agora, a história por trás dessa árdua tarefa é contada em uma superprodução

Walt nos Bastidores de Mary Poppins chega aos cinemas em março

Emma Thompson e Tom Hanks protagonizando um mesmo filme só pode ser sinal de superprodução.

Pois é isto mesmo que os fãs de Walt Disney e do lendário filme da babá com poderes mágicos vão encontrar nos cinemas a partir de 7 de março. Walt nos Bastidores de Mary Poppins chega para contar a história sobre os 20 anos que o criador do mundo Disney levou para convencer P.L. Travers a ceder os direitos e permitir levar a clássica obra para as telas- sim, 20 anos!

Inspirado em eventos reais, o drama de 120 minutos foi dirigido por John Lee Hancock e revela o complicado relacionamento que Walt Disney manteve com a autora P.L. Travers – nascida Pamela Lyndon Travers. Aliás, trata-se do primeiro longa-metragem de cinema a mostrar o icônico empresário, ricamente interpretado por Hanks. O elenco conta ainda com Colin Farrell, Paul Giamatti, Jason Schwartzman, Bradley Whitford, Annie Rose Buckley, Ruth Wilson, B.J. Novak, Rachel Griffiths e Kathy Baker.

O que vem por aí...

Atrás da determinação de Walt Disney na produção de Mary Poppins estava o pedido das filhas que, quando crianças, imploraram que ele fizesse um filme do livro favorito delas. Promessa feita, ele só não imaginava que levaria duas décadas para cumprí-la.

Na busca para obter os direitos, Walt enfrenta uma escritora intransigente e sempre irritada, que não tem a menor intenção de ver sua babá mágica recriada pela indústria do cinema. Até que, diante das baixas vendas do livro, concorda em ir até Los Angeles para ouvir pessoalmente os planos do empresário.

Durante duas curtas semanas, em 1961, Walt Disney fez de tudo tudo para conseguir convencê-la. Armado com storyboards criativos e canções envolventes dos talentosos irmãos Sherman, ele lança um ataque pesado em direção a P.L. Travers, que não se mostra interessada.

Só quando recorre à própria infância que Walt descobre a verdade sobre os fantasmas que atormentam a fechada escritora e, juntos, eles libertam Mary Poppins para um dos mais encantadores filmes da história do cinema, que levou 5 das 13 indicações ao Oscar em 1965 - Melhor Atriz (Julie Andrews), Melhores Efeitos, Melhor Montagem, Melhor Trilha Sonora e Canção Original (“Chim Chim Cher-ee”), além de um Oscar técnico pela concepção e perfeição técnica da composição de cores.   

 

Quem é quem:

  • Tom Hanks (Filadélfia, Forrest Gump - O Contador de Histórias) vive o icônico empresário Walt Disney.
  • Emma Thompson (Retorno a Howards End, Em Nome do Pai) é a instransigente e sempre irritada P.L.Travers.
  • Colin Farrell (Minority Report – A Nova Lei, O Vingador do Futuro) é o pai carinhoso de Travers, Travers Goff.
  • Ruth Wilson (O Cavaleiro Solitário da Disney, Anna Karenina) é a mãe de P.L. Travers, Margaret.
  • Rachel Griffiths (Six Feet Under, Hilary e Jackie, Desafio do Destino) vive a irmã de Margaret, a tia Ellie (que inspirou o personagem-título do livro de Travers).
  • Annie Rose Buckley, uma australiana de 11 anos, vive a jovem e futura escritora, cujo apelido é Ginty, nas cenas de flashback.
  • Paul Giamatti (Sideways – Entre Umas e Outras, A Luta Pela Esperança, John Adams, da HBO) é Ralph, o gentil motorista que acompanha Travers durante a estada em Hollywood.
  • Jason Schwartzman (Três É Demais, Moonrise Kingdom) e B.J. Novak (The Office, da NBC, Bastardos Inglórios) vivem os compositores irmãos Sherman (Richard e Robert, respectivamente).
  • Bradley Whitford (The West Wing, O Segredo da Cabana) interpreta o roteirista Don DaGradi.
  • Kathy Baker (Picket Fences, Edward Mãos de Tesoura) é Tommie, uma das mais leais confidentes de Disney.

 

Uma superprodução, muitas curiosidades

  • O pai de P.L. Travers, Travers Goff, foi um banqueiro e é a base para o patriarca da história de Mary Poppins, Mr. Banks — o personagem do livro que a famosa babá da ficção vem ajudar.
  • O filme foi quase todo filmado na região de Los Angeles, com locações que incluem a Disneyland em Anaheim; TCL Chinese Theatre, em Hollywood; o Estúdio Walt Disney em Burbank e em Big Sky Ranch com, mais de 4 mil hectares em Simi Valley. Foram nove semanas de filmagens, finalizadas em de novembro de 2012.
  • O diretor de fotografia, John Schwartzman, preferiu filmar a superprodução em película, exatamente como Mary Poppins foi feito há 50 anos.
  • Para atingir visuais autênticos para a interpretação dos personagens, Emma Thompson preferiu fazer permanente no próprio cabelo e  Tom Hanks também deixou crescer um bigode igual ao de Walt Disney.
  • Ralph, o motorista da limusine, é o único personagem fictício do filme.
  • No filme, P.L. Travers abre a porta de sua suíte do hotel em Beverly Hills e encontra o quarto cheio de objetos da Disney – inclusive um Mickey Mouse de pelúcia de 1,80 m. Sean Bailey, presidente de produção da Disney, quis fazer o mesmo e impressionar a atriz Emma Thompson. Ele decorou um quarto do Hotel Thompson, em Los Angeles, com o máximo de objetos que pôde colocar dentro dele.

 

​Ficou curiosa? Veja o trailer e aumente suas expectativas: