Disney Baby

6 dicas para criar vínculo com o bebê na hora de dormir

É preciso ter paciência, seguir seus instintos e entender que essa é apenas mais uma fase, então tire proveito dela e faça do ritual do sono um momento especial para vocês dois

6 dicas para criar vínculo com o bebê na hora de dormir

A maternidade é rodeada por rituais: a música do banho, a primeira coisa que fazem ao acordar, o aviãozinho na hora da comida e a música para parar o choro. Mas, talvez, a hora de dormir seja um dos rituais mais marcantes, não só porque o objetivo é bem importante – o bebê dormir –, mas porque é uma oportunidade de criar vínculo com seu pequeno.

Como todo o resto, não existe uma fórmula certa de como deve ser o ritual de sono dos bebês. Na verdade, depende da idade dele, do ritmo da casa, e do temperamento da criança. Ainda assim, separamos algumas dicas que podem ajudar:

1. Um bebê é completamente diferente do outro

Você pode ter três filhos. Um que dorme bem, outro que tem cólicas e prefere ser ninado e outro que tem cólicas, mas é calmo e fica bem no berço. Um erro é tentar impor a todo custo a rotina ou truque que funcionou para um, para o outro filho. É preciso ter sensibilidade para ver a que seu pequeno se adapta melhor.

2. Sempre se informe, mas siga seus instintos

Como mãe, você vai saber o que é melhor para seu filho. Por exemplo, mesmo que, quando grávida, acreditava que ia colocar o bebê direto no berço e nunca havia pensado em cama compartilhada, pode ser que mude de ideia se sentir que o pequeno dorme bem com você. Vale ler sobre os assuntos que te deixam em dúvida, conversar com o médico, mas no final, você vai saber qual caminho seguir.

3. Faça que esse momento seja prazeroso para você também

Abrace a rotina da hora de dormir de seu bebê para ser um momento seu também. O banho faz parte desse ritual? Então use todos os produtos que você adora. Aconchegue-se pertinho dele. Ouça sua respiração até pegar no sono. E lembre-se que tudo isso um dia vai passar, então aproveite!

4. Envolva o papai

A hora de dormir é uma ótima oportunidade para pai e filho criarem um vínculo. Os pais podem ter seus próprios rituais sagrados com o bebê, e o momento antes do sono pode ser um deles. Alguns pais podem até ter dificuldade com os cuidados com recém-nascidos, mas é preciso colocar a mão na massa, ser participativo e fazer com que o bebê também veja nele uma pessoa em que pode confiar.

5. Seja flexível

E então o bebê se adaptou a uma nova rotina e você pensou que já tinha resolvido todos os seus problemas. Até que ele muda! Em uma semana ele ama tomar banho, na outra chora durante o banho todo, em uma semana dorme na cadeirinha do carro, na outra curva as costas e grita para não se sentar, e isso também funciona para o sono. Ele passa a dormir a noite toda por duas semanas e na terceira volta a acordar de duas em duas horas. Isso porque são muitos os fatores que influenciam o sono dos pequenos: dentes, saltos de crescimento e doenças são os mais comuns. Preste atenção aos sinais do bebê, tente entender do que está precisando, e, mais importante, saiba que vai ficar tudo bem.

6. Pense que tudo isso passa logo

Quando as pessoas te aconselham a “aproveitar o momento”, porque “eles crescem rápido demais”, provavelmente estão se lembrando de ninar no colo aquele bebezinho dia após dia. E não demora muito para o berço dar lugar à caminha e seu filho estar na pré-escola. Logo, não vão mais usar macacão ou serem enrolados no cueiro, e não vão precisar que você se sente com eles, embale-os para dormir, faça carinho. Então pense grande e aproveite esses momentos que, apesar de parecerem algumas vezes penosos, eles passam – e rápido!

(Baseado no texto)

(Foto: Getty Images)