Disney Baby

8 verdades universais sobre a maternidade

Tudo bem que nem tudo que dá certo para um bebê funciona com outro, mas algumas coisas acontecem com todos - e não dá para evitar!

8 verdades universais sobre a maternidade

Quem nunca ouviu aquelas dicas: aproveite para dormir enquanto o bebê dorme, tire muitas fotos e aproveite porque passa muito rápido?

Também nos avisam sobre o que nos espera: privação de sono, vínculo instintivo, muitas mudanças...

A verdade sobre maternidade é que o que aconteceu com você, não necessariamente vai acontecer comigo. Existem tantas variáveis que afetam o processo, como o temperamento do bebê, seu estilo de vida, seus hormônios, suas filosofias, enfim, a lista pode ser bem longa. Mas realmente há algumas verdades que passam por todas as famílias. Aqui vão algumas delas:

1.Cocô. Tudo em sua vida agora gira em torno das evacuações do seu recém-nascido – a cor, consistência, frequência, quantidade. Se não tomar cuidado, essas discussões podem tomar conta até de conversas com amigas e fóruns no Facebook.

2. Falando nisso, pais de recém-nascidos meninos vão se tornar alvo de xixi uma hora ou outra. Você pode tomar precauções, colocar paninho, algodão, no entanto, mais cedo ou mais tarde, e mais de uma vez, ele acerta a mira e o xixi vai bem em você.

3. Você pode se surpreender com fatos que aconteceram há semanas na política ou tragédias internacionais. Suas prioridades mudam e não dá tempo de se inteirar de tudo que acontece no mundo.

4. Nada acorda um bebê mais rápido do que se sentar para o jantar.

5. Sentar na cadeirinha do carro é como um laxante para o bebê.

6. Conversar em alto e bom som no supermercado, com um bebê que ainda não fala, se torna aceitável, além de ser libertador.

7. Todos os pais se sentem julgados em algum momento – amamentar durante muito tempo, não amamentar durante muito tempo, voltar a trabalhar, largar o emprego, ser muito velho, ser muito jovem. Mas quanto mais confiante você ficar ao tomar decisões relacionadas a seu filho, menos notará (ou menos se importará) com os julgamentos e críticas. Dito isso, a paternidade é cercada de insegurança – e isso é universal.

8. Não há nada, nada mesmo, mais doce que um bebê fazendo barulhinhos ao dormir em seu peito. E sim, você vai sentir falta disso. Porque sim, passa muito rápido.

Por Michelle Horton (texto original)

(Foto: Getty Images)

comentarios maternidade, paternidade, bebê