Disney Baby

Aniversário sem festa?

Por Jorge Freire Jr.

Será que não está na hora de revermos nosso conceito sobre festas de aniversário?

Aniversário sem festa?

Minha filha completou 1 ano em 5 de novembro. Meses antes minha esposa e eu começamos a pensar sobre a festa dela. O primeiro passo era realizar uma pesquisa em buffets infantis.

Não gosto desses espaços pasteurizados, onde todas as comemorações são idênticas. Na comemoração de 6 anos do meu filho optamos por uma festa ao ar livre, com muita diversão na companhia dos seus amigos e sem adultos (inclusive fiz um post sobre isso aqui).

Porém, como minha filha tem apenas 1 ano - e nessa idade não tem como compartilhar nada com seus amiguinhos (até porque não tem praticamente nenhum) - fazer algo igual para ela é impraticável.

Foi aí que resolvemos fazer algo simples e em casa, com a família e os padrinhos. Nada sofisticado e caro. Oras, o foco aqui é comemoramos o 1º ano de vida dela com as pessoas queridas que sempre estão conosco. Importa se é uma festa de 300 ou 30 pessoas?

Muitos justificam que o aniversário de um ano precisa ser um marco. Precisa ser uma festa linda e grande. Agora te pergunto: marco para quem?

Para uma criança de um ano de idade que no dia seguinte só lembra de querer brincar com os papéis dos presentes?

Precisamos parar de inverter o protagonismo das festas. Se você quer fazer uma festa grande para mostrar a sua filha, ok, sem problemas. Mas entenda que a festa na verdade é para você e não para ela. Até porque muitos convidados ali mal conhecem sua filha.

Bem, a festa da minha filha foi perfeita. Fizemos um belo de um almoço e tinha um linda mesa decorativa. Ela não irá se lembrar desse dia, mas tenho certeza que se divertiu muito entre as pessoas que a amam e sempre estão por perto.

(Foto: Arquivo pessoal)