Disney Baby

Bebê sorrindo: emoção para a mãe, aprendizado para o pequeno

Já a partir das primeiras semanas de vida, você pode ser surpreendida por um lindo e meigo sorriso do seu filho. Sabe o que significa?

Bebê sorrindo: emoção para a mãe, aprendizado para o pequeno

Poucas situações são mais meigas e lindas do que um bebê sorrindo. Se esse bebê for seu filho, então... multiplique a fofura por cem.

Desde recém-nascidos, os bebês já sorriem, ainda que no primeiro mês de vida esse movimento seja apenas um reflexo, ou seja, independe de estímulo.

O pediatra e neonatologista Jorge I Huberman explica que o sorriso se transforma em um comportamento intencional entre o segundo e o terceiro mês de vida.

Ou seja, existem situações que facilitam o riso do seu pequeno: “Quando o bebê está bem alimentado, limpo, confortável e quanto há estímulos para isso, interagindo com as pessoas ao redor”, explica o especialista.

Brincadeiras adequadas para cada idade são estimulantes muito efetivos para o bebê abrir aquele sorriso. “Brincar de esconder representa o aprendizado de que algo continua a existir mesmo quando você deixa de vê-lo. Como os bebês não sabem disso e pensam que a pessoa desapareceu, o truque tem risada garantida”, afirma Jorge.

Além da fofura...

Muita gente não imagina, mas o sorriso nos bebês representa muito mais do que um comportamento bonitinho - e que nos deixa doidas, morrendo de vontade de apertá-lo todinho, não é?

Acima de tudo, trata-se de um aprendizado de como se expressar e representa uma importante etapa do desenvolvimento da criança.

“O sorriso faz parte do desenvolvimento cognitivo e da sociabilização. Algumas vezes, o bebê iniciará a conversação através de um grande sorriso e pode ser que comece também a balbuciar. Ele usará o corpo todo para se comunicar”, destaca o pediatra, acrescentando que esse comportamento não acontecerá com todas as pessoas.

“Assim como acontece com os adultos, o bebê terá mais afinidade com algumas pessoas ao invés de outras e os favoritos, na certa, serão os pais”, diz.

Além disso, aprender a sorrir tem um papel fundamental no desenvolvimento social e emocional da criança, também segundo o especialista. E a resposta da mãe é fundamental nesse processo. “Ao responder cada vez que o bebê sorri, a mãe está o estimulando a ter essas ‘conversações’ e demonstrando que está entendendo que ele está tentando dizer algo”, ensina.

Prestar atenção com paciência enquanto a criança se expressa da sua própria forma, murmurando algum som, fazendo algum movimento ou mesmo sorrindo, é fundamental para que ela saiba e sinta que tem valor.

“Isso contribui enormemente com o desenvolvimento da autoestima”, salienta Jorge. E não só dos pequenos, na verdade. Das mamães também, não é mesmo?

Lembra qual foi a sensação quando viu seu bebê sorrir para você pela primeira vez? Apostamos que ficou feliz da vida!

(Foto: Getty Images)