Disney Baby

Boas razões para ser mãe cedo

É possível olhar por perspectivas diferentes e enxergar o lado bom de ter filho na juventude, na verdade, ser mãe em qualquer idade traz incontáveis vantagens

Boas razões para ser mãe cedo

Ter filho muito jovem, no começo de seus 20 anos, pode parecer um erro em muitos sentidos. Mas, ao olhar para trás, você pode perceber que ter sido mãe cedo também trouxe coisas muito positivas, além do amado bebê.

É um aprendizado sobre você e sobre a vida. Michelle Horton conta sua experiência ao se tornar mãe aos 22 anos.

Menos ajustes no estilo de vida
Quando você se encontra no começo da carreira, não está acostumada com nenhum tipo de renda fixa ou férias. Normalmente, você deixa o status de estudante falida, passa por estagiária não-remunerada e se vê como uma recém-formada grávida – o que não proporciona ter uma rotina estabelecida ou muitas expectativas. Em um piscar de olhos, se torna mãe, esposa, adulta. E apesar de tal bagagem vir cheia desafios, não é preciso acelerar ou diminuir a marcha. É tudo novo!

Fertilidade
Essa provavelmente é a principal vantagem de ser mãe jovem. A luta contra a infertilidade é realidade para muitas mulheres hoje. É uma sorte não ter um relógio biológico para ditar a hora de ter um bebê. E junto com a fertilidade vêm menos riscos, menos estresse e, até, mais bebês.

Menos pressão
Muitas pessoas chegam aos 30 alcançando tudo o que é sinônimo de sucesso: educação nas melhores instituições, uma carreira sólida, viagens pelo mundo. Mas muitas delas também trocariam tudo isso por uma família, por filhos.

Ninho vazio precoce
Você vai estar nos seus 40 quando seu filho for para a faculdade – o que dá tempo de sobra para aproveitar férias e finais de semana de preguiça.

Ser avó
Além de seus pais estarem presentes para conhecerem e amarem seu filho, as chances de você estar por perto para amar os seus netos também são grandes.

O corpo
Além do fato de a gravidez e o parto serem mais fáceis para a maioria das mulheres, toda a experiência faz com que você acabe tendo uma nova relação com seu corpo, mais respeito por ele, além de entrar em sintonia com você mesma. É bom experenciar isso cedo.

Ter um propósito
Os 20 anos normalmente é a fase para se descobrir, e nada melhor que ter um filho para isso.

A carreira
Alguns especialistas em carreira estão começando a repensar a mentalidade de ter tudo antes de ter filhos – percebendo que talvez seja inteligente ser mãe no início da carreira, em vez de parar o progresso no meio do caminho. Sem contar que a maternidade muitas vezes pode causar uma mudança nas prioridades e um desejo de fazer algo mais, algo diferente do que estava planejado fazer.

Mais energia
O cansaço para acompanhar o ritmo dos pequenos é uma reclamação constante de pais mais velhos. É bom ter energia para pular, correr e jogar junto com as crianças.

(Foto: Getty Images)