Disney Baby

Como aproveitar suas roupas durante a gravidez

Sabendo comprar peças-chaves, usar de formas diferentes o que já tem, e abusando de acessórios, pouco precisará ser gasto durante os nove meses da gestação

Como aproveitar suas roupas durante a gravidez

Sim, você está esperando um bebê. E por mais que animação seja gigante, é impossível não pensar no aumento das despesas familiares com a chegada de um novo membro. Mas uma coisa é garantida, pode cancelar os gastos planejados para as roupas de maternidade.

Com alguns truques, compras práticas e o bom uso de acessórios, você passará pelos nove meses com praticamente o mesmo guarda-roupa de antes da gravidez.

1. Trabalhe com o que tem em mãos

Nos primeiros meses, provavelmente, você seguirá usando suas roupas normalmente. Aos poucos, se estiver um pouco inchada e as roupas começarem a apertar, é hora de lançar mão das calças com stretch ou peças mais soltinhas.

Tem também o truque do elástico de cabelo: pegue um elástico, dobre-o ao meio, passe-o por dentro da abertura em que o botão se encaixaria e prenda as extremidades no botão. Escolha uma camiseta ou camisa mais comprida para esconder a artimanha e pronto.

E sabe aquelas blusas de tricô que as fashionistas chamam de maxi? Aquelas bem grandonas que parecem um vestido? Esse é o momento de usá-las!

2. Compre com moderação e abuse dos acessórios

Além de serem usadas por pouco tempo, roupas de maternidade são caras. Se precisar comprar, escolhas peças mais versáteis e baratas. Uma opção são camisetas e regatas que podem ser colocadas por baixo de camisas e blusas.

Escolha algumas calças de cores neutras, como um par de leggings, um par de jeans, e um par de pantalonas. Saias longas também são ótimas opções. Se estiver frio, dá para usar com uma legging ou meia-calça por baixo.

Para deixar um look de regata com legging mais interessante, é só jogar uma blusa desabotoada por cima, um cardigan com um colar bacana ou um lenço. Isso também serve para quando tiver um evento mais formal. Dá para usar peças simples e caprichar nos acessórios, até mesmo investir em alguns, já que você poderá usá-los depois da gravidez.

3. Não compre nada até você realmente precisar

Nunca dá para saber de que tamanho a barriga vai ficar. Então deixe para investir em roupas maiores quando a barriga já não entrar mais nas que você tiver.

4. Cuidado para não alargar suas roupas de antes da gravidez

Algumas roupas aguentam o estica e puxa e vestem a barriga mesmo nos últimos meses de gestação. Mas outras podem ficar deformadas e largas, e não servirão novamente quando você voltar à antiga forma...

5. Esqueça as caríssimas lingeries de maternidade

Usar as mesmas calcinhas durante toda a gestação pode ser inviável. Elas começam a dobrar em cima, apertar e ficam realmente desconfortáveis. Sem falar nos sutiãs que não acomodam o novo tamanho dos seios. Mas em vez de gastar com os modelos específicos para maternidade, talvez comprar um número ou dois maiores que o seu já ajuda.

Os sutiãs podem ser aqueles com alças mais largas, para dar mais sustentação. E não dá para fugir dos modelos para amamentação, que são muito mais práticos. Os sem costura são ótimos para dormir e garantir suporte para os seios 24 horas por dia, 7 dias por semana. Isso vai ajudar a reduzir o desconforto e a flacidez.

6. Compre coisas que conseguirá usar depois

Se precisar comprar roupas de maternidade, tente escolher modelos que consiga usar depois do parto. O corpo demora um pouco para voltar ao que era, então as roupas mais largas podem ser mais confortáveis. Para amamentar, opte por blusas com botões ou as regatas próprias que abrem e fecham na alça. Algumas roupas são impraticáveis para amamentar, como vestidos e blusas muito longas.

7. Compre usado

Em canais de desapego é possível achar peças novas ou quase novas de maternidade. Funciona como roupa de bebê, que é muito pouco usada. E ainda dá para você vender novamente depois que usar. É prático, barato e sustentável.

8. Peça emprestado

Deixe todo mundo saber do que você está precisando. Quem sabe uma amiga que acabou de ter bebê possa te emprestar algumas peças?

9. Compre um par de sapatos baratinhos para seus pés inchados

Espere para ver, porque não são todas as futuras mamães que sofrem com o inchaço nas pernas e nos pés. Mas se isso acontecer com você, vale a pena gastar com esse item para garantir mais conforto no final da gravidez. De repente seja preciso comprar um número maior, ou talvez apenas um modelo mais confortável já ajude.

(Baseado no texto

(Foto: Getty Images)

comentarios