Disney Baby

Dicas para escolher o pediatra do seu filho

Por Marina Breithaupt

O que você precisa saber para decidir qual o profissional ideal para você e para seu bebê

Dicas para escolher o pediatra do seu filho

São tantos detalhes para decidir, tantas providências para tomar que a lista de afazeres na chegada do bebê parece ser interminável. Depois de algumas viagens pela maternidade, você pode se tornar mais prática e começar a preparar o que realmente é de primeira necessidade.

Quando esperava minha primeira filha, eu não tive dúvidas sobre o pediatra que a acompanharia, pois escolhi o mesmo que cuidou de mim e da minha irmã durante toda a nossa infância.

Quando esperava meu segundo bebê, já morando em outra cidade, essa questão começou a pesar para mim logo nas primeiras semanas de gestação. Naquela altura não me identificava com o pediatra que atendia minha primeira filha. Só nos consultávamos com ele em caso de emergência e eu sabia bem da importância de ter um médico que "falasse a mesma língua", já que quando o bebê chegasse nossa relação se estreitaria.

Pois então, pesquisei no meu plano de saúde algumas opções, pedi referências aos amigos da nova cidade e marquei algumas consultas para conhecer essas as indicações. Foi assim que encontramos o pediatra perfeito para cuidar dos nossos filhos.

Parece exagero? Pode ser, mas tenho certeza que muitas mulheres deixam essa questão em segundo plano ou simplesmente não pensam nela e, quando a hora do bebê nascer se aproxima, vai batendo um desespero ou pior, na hora da emergência, a gente acaba passando por situações complicadas por não ter escolhido um pediatra que siga a nossa filosofia de vida.

Algumas coisas você poderá decidir depois da chegada do bebê, mas definitivamente, se eu puder te dar um conselho: prefira tomar essa decisão enquanto o bebê ainda está na sua barriga. Mesmo que você acabe optando por mudar depois, tenho certeza que você sentirá muito mais segurança dessa maneira, sabendo que suas escolhas e crenças serão seguidas e respeitadas pelo médico que acompanhará seu bem mais precioso.

Sem dúvida, escolher um pediatra é uma tarefa que vai exigir tempo e dedicação, faça isso com calma!

Algumas dicas para você considerar na hora de escolher o pediatra do seu bebê:

- Além de ser um profissional de confiança, o pediatra deve ter bastante experiência e conhecimento das doenças infantis, o que parece bem óbvio, claro. Você pode pesquisar as opções disponíveis no seu plano de saúde e analisar os currículos, mas não deixe de pedir indicação aos amigos que têm filhos.

- Fora o currículo do médico há outras questões para serem levadas em consideração. Ele é um profissional disponível? E a localização do consultório, é de faço acesso para você? Qual é a filosofia que ele segue, é a mesma que a da sua família? O bom relacionamento entre pais e médicos é prioridade na escolha do pediatra. Serão anos de acompanhamento, empatia é fundamental.

- Peça referências aos amigos sempre e leve em consideração também as instalações do consultório. Facilita muito a relação entre os pequenos e o ambiente médico quando esse universo é lúdico. Tudo fica mais natural.

- Perfil do profissional, como ele lida com os bebês é um fator que você deve levar em consideração e escolher o que realmente é importante para você. Conheço profissionais maravilhosos que têm um comportamento mais austero e sério, por exemplo. Essa relação será longa, o melhor é optar por um profissional que você se identifique.

Sou muito feliz com a escolha que fizemos e contamos com duas linhas, ou seja, dois profissionais para cuidar das nossas crianças. Temos um médico pediatra convencional e muito disponível para nós e também contamos com uma segunda opção, um pediatra de medicina chinesa, com quem podemos contar para vários tratamentos, como as alergias das crianças. Fizemos um combinado para atender nossas demandas e estamos muito contentes assim!

Um beijo,

(Imagem: Shutterstock.com)