Disney Baby

Emoções do homem “grávido”

O pai também é invadido por uma avalanche de sentimentos durante a gestação do seu filho, sabia?

Emoções do homem “grávido”

Não somos apenas nós, mulheres, que nos tornamos sensíveis durante a gravidez. A verdade é que os homens também sentem muitas emoções contraditórias durante a gestação dos seus filhos.

Desde a extrema alegria no momento que descobrem que se tornarão pais, passando pela sensação de que já não são mais o centro das atenções, até toda a ansiedade em torno do momento do parto, tudo é novo e pode trazer algumas inseguranças.

Emoções à flor da pele

Um sentimento comum do homem é o de se sentir excluído por causa da íntima ligação que é criada entre a mãe e o bebê. Além disso, ocorrem alterações de humor nas mulheres durante este estágio que podem afetar o relacionamento.

Detalhe: é importante que o pai participe ativamente das emoções de sua parceira, ajudando-a e dividindo os sentimentos que surgem com a paternidade. Para essa situação, vale uma conversa entre o casal, viu?

É possível que o pai seja invadido por emoções extremas, como euforia e melancolia, por exemplo. Ele pode não ter uma criança em seu ventre, mas no primeiro ultrassom, quando observar o coração de seu filho bater, certamente irá se emocionar! É maravilhoso perceber que o bebê está crescendo.

Mais tarde, nada se compara ao que ele sentirá com os famosos chutes do bebê que se mexe dentro da barriga da parceira... Nessa hora, o homem se conscientiza de que será pai.

Suporte para todas as horas

O futuro pai está preocupado com o crescimento saudável do bebê. Por isso, é comum que ele cuide e proteja sua parceira, garantindo que ela se alimente corretamente, que realize atividades físicas e, claro, a acompanhe nas consultas médicas.

Geralmente, é o pai quem assume determinadas situações e evita sobrecarregar sua parceria com tarefas que ele pode fazer. Torna-se, assim, o principal suporte, tanto físico quanto emocional, e isso permite-lhe viver as fases da gravidez com a maior intimidade.

Bate-papo paterno

O homem agora tem novos assuntos para conversar. Você ficaria surpresa com a quantidade de futuros pais que compartilham com os seus amigos novidades sobre o crescimento do seu filho.

Alguns homens tornam-se até mais carinhosos com as crianças dos outros. Provavelmente, eles estão projetando o futuro relacionamento com seus próprios herdeiros.

Mudança nos interesses

A gravidez é como um novo palco, onde tudo se altera e novos papéis, como o de ser pai, surgem. Mudanças emergem lentamente, algumas sutis, outras nem tanto.

Por exemplo, certas rotinas poderão mudar, como as saídas que se tornam menos frequentes, já que as prioridades mudam. Vai demorar um pouco até que o homem se adapte ao novo papel de pai. Por isso, seja paciente; é um tempo de mudança e tudo voltará ao normal em um futuro não tão distante.

Na última etapa, o pai é invadido pela ansiedade. Possivelmente, ele irá revisar várias vezes as atitudes a tomar quando sua parceira entrar em trabalho de parto: ligar para a parteira ou o obstetra, controlar a duração e o intervalo das contrações, tranquilizar a futura mãe...

Para os homens, a gravidez também é um momento de ansiedade, mudanças e muitas descobertas.

(Foto: Getty Images)