Disney Baby

A importância dos padrinhos de batismo dos filhos

Por Jorge Freire Jr.

Ao escolhermos nossos amigos para o "cargo", estamos os "promovendo" para um posto importante nas nossas vidas e de nossos filhos

A importância dos padrinhos de batismo dos filhos

A Fá e eu não somos religiosos, porém, optamos em batizar o Padawan em 2010 e, nesse ano, batizaremos minha filha de 7 meses. Parece contraditório passar por um sacramento da Igreja e não ter religião, mas existe uma razão.

Ao unir a família, amigos e, principalmente, os padrinhos em um momento solene, estamos celebrando uma nova vida, compartilhando um momento feliz e tornando amigos queridos como parte da família.

Optamos por escolher padrinhos que são nossos amigos em vez de algum membro da família.

Penso assim: os tios serão tios para o resto da vida e estarão presentes em todos os eventos familiares.

Já os amigos podem tomar um outro caminho que torne um pouco mais difícil a convivência. Ao chamarmos um amigo para padrinho, estamos o "promovendo" a um membro importante da família.

Com esse gesto, demonstramos o amor e carinho que temos por eles. Mostramos que os queremos por perto sempre e confiamos nossos filhos a eles.

Existe prova de amor maior que essa?

Para nós, o batismo é festa, é união e amizade. E é por isso que, mesmo não tendo religião, optamos por batizar nossos filhos.

(Foto: Arquivo pessoal)