Disney Baby

Lições que a maternidade ensina

Tem coisas que a gente ouve falar, e parecem clichês, mas quando seu filho nasce, o coração realmente bate fora do peito e o amor incondicional existe

Lições que a maternidade ensina

Ter um filho é uma das profissões mais difíceis da vida. E para esse trabalho não existe faculdade que te prepare. O dia a dia é que ensina cada uma das lições. Veja algumas delas:

Seu coração bate fora do peito

Você sente seu coração batendo mais forte naquelas pernas bambas dando os primeiros passos, por exemplo. Ou quando o pequeno resolve se aventurar nos brinquedos do parquinho. É de tirar o fôlego!

Os momentos especiais acontecem quando menos se espera

Você pode planejar programas incríveis para curtir com a família, e isso é ótimo. Mas talvez perceba que aqueles momentos para se guardar com carinho, aqueles que a gente tem vontade de ligar e contar para todo mundo, acontecem no meio da rotina que ninguém liga, na brincadeira no quintal, durante um almoço, no carro indo para a escola...

Você vai rir e chorar

É uma montanha-russa de emoções! Isso significa ser pai e mãe. Diariamente você se pega rindo até chorar e chorando até o ponto de rir da situação.

Caos pode significar felicidade

Ter um recém-nascido pode trazer o caos para sua vida. Ter um bebê, cachorros e gatos podem trazer o caos para sua vida. Ter mais de um filho pode trazer o caos para sua vida. E o caos não vai ser ocasional, pode se tornar um estilo de vida. Um exaustivo, completamente louco estilo de vida. E, de repente, você pode se ver apaixonada por essa loucura, e não ser capaz de trocar isso por toda a organização do mundo.

Você encontrará seu lado “mamãe ursa”

Você pode se enxergar uma mãe tranquila, paz e amor, que não se estressa por pouco. Mas pode ter certeza que quando a hora chegar, vai perceber que existe um lado “mãe ursa” latente dentro de você, que faria qualquer coisa para proteger seu pequeno.

O amor incondicional existe

Para quem não é pai e mãe, amar alguém instantaneamente pode parecer bom demais para ser verdade. Mas no momento em que você pega seu bebê em seus braços, ou quando ele segura com força o seu dedo, não restam dúvidas de que o amor incondicional existe.

(Baseado no texto)

(Foto: Getty Images)