Disney Baby

O efeito indesejado da escolinha

Por Jorge Freire Jr.

Minha filha começou a frequentar escolinha. O resultado? Uma bela virose!

O efeito indesejado da escolinha

Minha caçula, de 8 meses, está indo para a escolinha, seguindo caminho do meu filho mais velho, que também foi matriculado bem cedo - até preferimos que eles vão em vez de ficar em casa com babás ou com os avós (falo um pouco disso no meu blog).

Porém, o efeito escolinha é inevitável.

Algumas semanas após começarem as aulas, minha filha mais nova pegou uma bela de uma virose.

A escola nos ligou avisando que ela tinha vomitado e estava com febre de 38 ºC. Porém, como estava animadinha, preferiram administrar esse caso por lá.

No dia seguinte, continuava ruim e acabamos indo parar no hospital.

Exames de sangue, urina e raio X foram feitos, por precaução. É bem melhor ela passar por esse desconforto e ter certeza de que não é nada sério do que o médico falar que é apenas uma virose e dispensá-la.

Quando aguardávamos os resultados, ela tomou soro e começou a ficar mais animada. Os resultados vieram e tudo estava certo! Nem medicada foi.

Esse é o preço da escolinha. Basta entrar em contato com outras crianças para se tornarem mais expostas aos vários tipos de vírus. Não há muito como evitar.

Mas a verdade é que, por mais que eu saiba que febre e virose façam parte desse processo e ajudam a desenvolver o sistema imunológico dos bebês, é duro ver sua filhinha doente.

(Foto: Arquivo pessoal)

comentarios saúde, escolinha, virose, febre