Disney Baby

O que deixa uma mãe louca afinal?

Por Nívea Salgado
@Mildicasdemae

A gente até tenta, mas manter a calma em algumas situações é impossível!

O que deixa uma mãe louca afinal?

Todas as vezes em que vejo uma mãe calma, tranquila, me pergunto qual é seu segredo para manter a cabeça no lugar. Porque, convenhamos, há situações diárias que tiram uma mãe do sério (e eu sei que você vai me entender, porque não é fácil dormir cinco horas por dia, por vezes não almoçar, presenciar dez crises de birra – isso contando apenas as do período da manhã...se fôssemos contabilizar também as da tarde, não caberiam nos dedos das mãos e dos pés!).

Se lidar com as questões diárias relacionadas aos filhos já é difícil, a coisa fica mais pesada quando fatores externos atuam sobre esse delicado equilíbrio. A começar pelos palpites que não foram solicitados.

Lembra-se de quando seu filho era um bebê recém-nascido e muitas pessoas achavam que sabiam mais sobre ele do que você? Ah, eu me recordo até hoje (e agora dou risada, mas na hora tinha que contar até mil para não sair por aí falando barbaridades!).

Eis algumas das pérolas que (quase) todas as mães ouvem (se você nunca ouviu pelo menos uma delas, sinta-se uma privilegiada):

“Você teve seu bebê por cesariana (ou parto normal, ou parto em casa – independente da forma, tem sempre alguém para achar aquilo um absurdo!)? Que horror, achei que você fosse mais bem-informada”.

“Não sei por que você insiste em dar o peito! Dá logo uma mamadeira para essa criança e acaba com esse chororô”.

“Seu filho tem 3 meses e ainda acorda durante a noite? Com certeza é porque você o acostumou mal. O meu com duas semanas já dormia a noite toda”.

“Você não vai levá-lo à festa de casamento no sábado? Mas ele já tem duas semanas! Assim você vai acabar virando uma múmia em casa”.

“Ah, não vou pegar o bebê porque estou supergripada (e por que você resolveu visitá-lo justamente hoje?)”.

“Não sei por que você não deixa seu filho tomar refrigerante (será que é por ele ser um dos “alimentos mais saudáveis” do mundo?)”.

“Nossa, por que seu filho chora tanto?”

“Você está com uma cara de cansada (como se você não soubesse!). Passa um batonzinho, vai”.

“Coloca ele logo no carrinho, senão vai acostumar com seu colo”.

“Ele ainda não... (complete como quiser – senta, anda, fala). Está meio atrasado, né?”.

 

E aí, você também passou por isso? Então compartilhe! Quem sabe assim o texto chega até aquela “amiga” que adora te deixar louca!

 

(Imagem:Lara Cores/Creative Commons)

comentarios bebê, mãe, maternidade