Disney Baby

Pés de gestantes pedem segurança e conforto

Durante a gravidez, é preciso pensar nesses detalhes na hora de escolher o sapato a fim de garantir total bem-estar

Pés de gestantes pedem segurança e conforto

Toda mulher se sente poderosa com um belo salto alto nos pés, especialmente em eventos noturnos – que atire o primeiro par quem nunca respirou fundo para se equilibrar em um sapato lindo, porém, extremamente desconfortável!

No entanto, durante a gestação, a escolha do sapato deve ir além da beleza, já que o calçado inapropriado pode provocar desconforto nos pés e até quedas. E não é só...

Entre as transformações que ocorrem no corpo durante a gravidez está a mudança no centro gravitacional, que altera o equilíbrio da mulher. “Conforme a barriga cresce, a gestante joga o corpo para trás para compensar. E o uso de salto muito alto aumenta a instabilidade e, consequentemente, o risco de entorses”, explica o ginecologista e obstetra Gabriel Monteiro.

Outro problema que costuma causar desconforto em gestantes é o inchaço nos pés – e o incômodo fica ainda pior com o uso de salto alto e fino ou sandálias de tiras.

“As alterações nos níveis hormonais provocam mudanças no sistema circulatório e, consequentemente, ocorre a retenção de líquidos, principalmente nos membros inferiores”, esclarece o médico. Isso provoca a sensação de pés pesados e cansados.

Catarina Favero, mão do Luca, 1 ano e 4 meses, e grávida de 8 meses do João, sabe bem disso. “Principalmente no final da gravidez, os pés ficam tão inchados que é impossível aguentar muitas horas com qualquer calçado. Então, muitos dos sapatos que uso frequentemente, como os de salto alto, bico fino e as sandálias com tiras finas, acabam ficando no armário”, conta.

A aposta dela são as sapatilhas, que são bonitas e extremamente confortáveis, tanto durante o dia quanto para sair à noite. “Agora no inverno, uso com meia-calça compressora própria para gestantes, que também ajuda a combater o inchaço e o cansaço nas pernas e tem um efeito visual praticamente igual à meia-calça comum”, diz. 

Não tem jeito! Durante a gravidez, a mulher precisa apostar em sapatos que proporcionam mais segurança para realizar as diversas atividades do dia a dia. “O ideal é escolher um calçado que envolva toda a planta do pé, com sola de borracha para evitar escorregões e saltos de até 4 cm”, indica Gabriel Monteiro.

Mas a moda e o estilo não precisam ser deixados de lado, é claro. Há modelos que estão em alta e podem ser usados pelas futuras mamães!

(Fotos: Getty Images, Arezzo [bota e mocassim], Jorge Alex [salto grosso], Schutz [sapatilha] e Superga [tênis]/ Divulgação)

1
Sapatilha
Atemporal, a preta básica ou a nude são escolhas certeiras, que vão bem com tudo. Mas você também pode atualizar o look com um modelo metalizado prata ou dourado.
2
Mocassim e oxford
Estão em alta neste inverno! Dica: oxfords e mocassins pretos de verniz têm lugar de destaque na temporada e fazem par perfeito com roupas de alfaiataria.
3
Salto grosso
Para as gestantes que precisam usar salto no trabalho ou não estão habituadas a usar sapatos baixos, o jeito é aposentar o salto agulha e investir em modelos com salto grosso de 2 a 4 cm de altura. Evite bicos finos. Prefira os arredondados ou quadrados.
4
Tênis
Verdade seja dita, nada mais confortável que usar tênis! Aproveite que o confortável e versátil tênis branco está na moda e combine-o com jeans, calça social e até vestidos.
5
Bota
Grávidas podem usar botas nos dias mais frios! É importante optar por modelos com canos mais baixos, que não apertem o tornozelo, para não atrapalhar a circulação. E já sabe: o salto tem de ser grosso com, no máximo, 4 cm!