Disney Baby

A retomada do meu "EU" após a maternidade

Por Marina Breithaupt

A entrega no pós-parto é enorme e fica muito fácil de nos perdermos de nós mesmas, mas tudo é uma questão de dar tempo ao tempo

A retomada do meu "EU" após a maternidade

Lá se vão 15 anos desde que a minha primeira filha chegou. Um tempo em que a maternidade não era muito compartilhada na internet e eu, como toda mãe de primeira viagem, não sabia muito bem o que esperar.

Me dei conta de que é impossível uma mulher não se transformar após a chegada de um filho.

Naquela altura eu achava que o bebê se encaixaria na minha rotina e que pouca coisa mudaria, ficaríamos bem. Aliás, eu me imaginava sempre linda com meu bebê no colo, passeando para cima e para baixo, sempre bem disposta e bem arrumada, claro.

Ai ai ai, nada como ser jovem e mãe de primeira viagem! Eu simplesmente não me atentava para a realidade, para as possibilidades, e pouco havia pesquisado sobre o assunto.

É um momento de muita entrega. Nosso instinto fala mais alto e é tão fácil de nos afastar da mulher que éramos.

Sem problematizar a questão, apenas constatando, ok?

A gente se entrega muito aos primeiros meses e anos dos filhos e é muito fácil nos esquecermos de quem já fomos e mais fácil ainda parar de se olhar.

Aos poucos, nas três vezes em que fui mãe, me vi parada no espelho me perguntando: Que diabos estou fazendo comigo? Como me abandonei tanto?

Uma hora ou outra isso pode acontecer com algumas mulheres e isso é normal.

Por mais que você idealize um pós-parto e puerpério cheio de visitas, casa florida e você toda maquiada, pode ser que não seja assim na real.

Então, onde é que mora o problema? Na nossa ideologia do que seria  maternidade ideal? Nessa expectativa de ter que voltar ao corpo de antes, de estar maquiada e bem disposta todos os dias? Ou no fato de que a gente acaba se iludindo com alguns modelos que vemos nas redes sociais?

Pois é, não somos modelos de Instagram, por isso está tudo bem se você também demorar um tempo para retomar os cuidados com você, para voltar a se dedicar ao que gosta de fazer e de fazer coisas por você.

Sabe o que quero dizer com todas essas minhas ideias soltas? Que por mais que pareça que esse tempo não voltará a existir, ele voltará sim!

Apenas saiba que você pode retomar o seu "eu" quando se sentir preparada para isso e que ele será ainda mais completo, talvez até um pouco diferente, mas, sem dúvida, você será melhor após a maternidade.

Um beijo,

(Imagem: Shutterstock.com)