Ecologia e Meio Ambiente

Adeus às manchas e vida longa às roupas

Alguns truques na hora da lavagem ajudam a manter as peças sempre com cara de nova

Adeus às manchas e vida longa às roupas

Comprar uma roupinha nova de vez em quando é mesmo uma delícia, mas muita gente nem imagina que os gastos com vestuário figuram na segunda posição no ranking das despesas da família brasileira no ano passado, representando 13% da porcentagem da renda – atrás apenas dos custos com alimentação.

De acordo com estimativas da Pyxis Consumo, o gasto médio esperado com a compra de roupas e calçados no ano de 2014 foi de R$ 810,84. Daí a importância de cuidar com muito carinho daquelas peças que você adquiriu ao longo dos últimos meses.

A empresária Vera Lopes é daquelas que adotam uma série de cuidados no momento da lavagem para garantir que a vida útil das suas roupas e de sua família seja bem longa.

“O preço das roupas está um absurdo, por isso fico muito brava quando mancho ou estrago algo. Tentar recuperar essas peças é importante, pois ajuda o bolso e o meio ambiente”, defende.

O problema é que nem sempre é fácil tirar aquela pequena mancha de óleo, caneta ou molho da camisa branquinha que você usou só uma vez.

Para ajudá-la nessa árdua tarefa, reunimos as dicas da Vera e de outras três especialistas que vão facilitar a sua vida na lavanderia.

Pré-lavagem

Os detalhes começam antes mesmo de colocar as roupas na máquina, na separação e armazenamento.

“As peças sujas devem ser amazenadas em cestos de vime ou de tecidos que favoreçam a ventilação. Nunca utilize caixas fechadas, nem misture roupas úmidas – de suor, de chuva – com peças secas”, alerta Jandira Pereira Carvalho, consultora de infraestrutura do Senac São Paulo.

Outra dica é separar as peças por cor e tipo de tecido, além de dedicar atenção especial àquelas manchadas ou extremamente sujas.

Produtos próprios

Hoje não faltam opções de produtos nas prateleiras dos supermercados. Existem até versões ecofriendly, que são menos agressivas ao meio ambiente e às próprias roupas.

“Algo que sempre recomendo é a diluição do sabão em pó e do amaciante quando eles são aplicados diretamente no tecido, evitando o aparecimento de manchas”, diz Ana Paula Vanzan, organizer da OZ! Organize sua Vida.

Eliminando manchas

“Para que a sujeira não fixe, procure lavar a peça imediatamente. É importante lembrar que todo o processo de remoção de manchas deve ser feito antes das roupas serem colocadas na máquina”, ensina Ana Afonso, consultora de organização residencial e empresarial.

A seguir, saiba como agir diante dos principais tipos de manchas:

  • Batom: coloque um pouco de álcool sobre a mancha, deixe agir por alguns minutos e lave normalmente. Outra opção é retirar o excesso com papel-absorvente e lavar a área com detergente neutro.
  • Caneta: umedeça a mancha com álcool e coloque um papel-toalha embaixo para absorver o excesso. Se preferir, aplique com um chumaço de algodão ou cotonete. Para que a mancha não aumente, evite esfregar. Enxágue e depois lave normalmente.
  • Desodorante e suor: molhe o local manchado com água e acrescente um pouco de bicarbonato de sódio, até formar uma pasta. Deixe de molho em um balde com água e sabão por 30 minutos. Feito isso, esfregue e lave normalmente.
  • Ferrugem: aplique um pouco de suco de limão na área afetada e deixe ao sol por 15 minutos. Enxágue bem e lave normalmente. “Ao manusear o limão, utilize luvas para evitar respingos e possíveis manchas na pele”, alerta Ana Afonso.
  • Gordura: coloque um pouquinho de talco ou amido de milho sobre a mancha e espere alguns minutos. Utilize uma escovinha para retirar o excesso do produto ou posicione um papel-absorvente embaixo da mancha e, então, pressione, para que a gordura seja absorvida. Em seguida, deixe a peça de molho em um balde com detergente neutro e água morna até esfriar. Para finalizar, esfregue, enxágue e lave.
  • Mofo: para peças claras, aplique um pouco de vinagre branco e deixe agir por 20 minutos. Ensaboe a região com sabão de coco e esfregue algumas vezes. Na hora de lavar, acrescente 1 xícara (café) de bicarbonato no nível médio da lavadora. Já para as escuras, a dica é mergulhar a roupa em um balde com água e 1 xícara (café) de vinagre branco por 20 minutos. Depois é só esfregar, enxaguar e lavar normalmente.
  • Molho de tomate: umedeça a roupa e esfregue a área suja com uma escova macia. Molhe a peça, repita a mesma operação e lave normalmente. Caso a mancha esteja seca, aplique a mesma pasta de bicarbonato utilizada para retirar as manchas de desodorante e suor. Deixe de molho em um balde de água por 30 minutos, esfregue algumas vezes e lave na máquina.
  • Sangue: em tecidos brancos e com mancha já seca, aplique água oxigenada 10 volumes sobre a marca e espere agir. A seguir, coloque de molho por cerca de 15 minutos. Depois esfregue com cuidado, enxágue e lave normalmente. Em tecidos coloridos ou manchas úmidas, retire o excesso com papel-toalha e, em seguida, esfregue um cubo de gelo.  
  • Tinta guache: nada de se desesperar quando os pequenos chegarem sujos da escola! Como o produto é à base de água, a mancha sai facilmente. Basta deixar de molho na água limpa e lavar normalmente depois.
  • Vinho: umedeça um pano com água morna e pressione o local afetado para amenizar a mancha. Depois disso, lave como costuma fazer.

 

Truques extras

Além de cuidar para a eliminação das manchas, algumas dicas ajudam a manter as roupas com cara de nova por mais tempo.

“As principais recomendações é nunca deixar a roupa de molho por muito tempo e utilizar apenas alvejante sem cloro, que ajuda na conservação das fibras do tecido”, sugere Jandira Pereira Carvalho.

Outra ideia caseira para evitar que peças coloridas desbotem é aplicar um punhado de sal à água durante o processo de lavagem.

Atenção com as peças delicadas

Tudo o que você precisa saber sobre o processo de lavagem mais indicado para uma peça de roupa está descrito na própria etiqueta. Por isso, leia-a atentamente.

Vale lembrar que materiais mais delicados, como couro, seda e renda, merecem cuidados redobrados.

“Nesses casos, o indicado é sempre procurar uma lavanderia ou estabelecimento especializado”, opina Ana Paula Vanzan.

(Foto: Getty Images)