Ecologia e Meio Ambiente

Como cultivar flores, plantas e temperos em qualquer cantinho da casa

Com os cuidados certos, espaços pequenos podem ser preenchidos com vasinhos floridos e perfumados, trazendo a natureza para perto de você

Como cultivar flores, plantas e temperos em qualquer cantinho da casa

Não é preciso morar em uma casa com um quintal e um jardim para poder ter flores e hortinhas com temperos. O segredo? Escolher as plantas ideais para as condições do seu apartamento. Por isso, o primeiro passo é analisar se o espaço recebe a luz do sol, se bate vento ou se fica na sombra durante o dia inteiro, por exemplo.

“As pessoas têm o costume de sair comprando flores e outras mudas antes de saber se ela pode ou não se adaptar ao local. Qualquer um pode ter uma planta, mas não é qualquer planta que pode ser cultivada dentro de casa”, explica Carol Costa, jardineira e paisagista, do Minhas Plantas.

De acordo com Carol, toda planta precisa de condições mínimas para crescer, mas a grande variedade permite que você tenha seu jardim particular dentro de casa. “Existem muitas espécies para os mais diversos espaços. Dá até para ter uma planta no banheiro!”, destaca.

Outra dica valiosa é aproveitar bem as áreas com mais claridade. “Flores como lírio-da-paz e antúrio, por exemplo, não precisam de sol e ficam bem em ambientes internos. Mas o ideal é deixar em locais mais claros da casa, perto de janelas e portas”, informa Marisa Lima, paisagista.

Segundo ela, as plantas que não precisam de sol, geralmente, têm a folhagem de coloração verde ou variegada (verde e branca). “Quanto mais a folhagem for colorida, mais ela precisará da luz do sol”, ensina.

Para não ver sua plantinha murchar, tome nota dos cuidados e saiba quais são os locais ideais para cada espécie:

Sacada
Precisa de plantas resistentes ao vento, que acaba ressecando as folhas. Entre as mais indicadas estão: jabuticabeira ou pitangueira, que se adaptam bem em vasos; flor-de-coral ou pleomele (planta tipo arbusto). A rega deve ser feita uma vez ao dia, no período da manhã ou no fim da tarde.

Banheiro
Se tiver um mínimo de claridade, pode ser um bom ambiente para violetas, que gostam de umidade. Outras opções são: a rafis (palma-de-cristo) ou a árvore da felicidade. Uma dica importante é nunca deixar a planta muito perto do chuveiro por causa do vapor quente.

Sala
Para deixar o ambiente verde e florido, você pode optar por espécies mais resistentes, como a orquídea borboleta, que é uma planta que se adapta bem em locais fechados e com ar condicionado; a orquídea sapatinho, que gosta de sombra; ou o filodendro, que precisa apenas de luz indireta.

Cozinha
O sonho de toda mulher é ter sua própria horta com temperos para poder cozinhar. E para realizar esse desejo, é preciso ter alguns cuidados. As plantas de hortas - manjericão, hortelã, alecrim, cebolinha, entre outras - precisam de, no mínimo, quatro horas de sol por dia. Fora isso, algumas especiarias devem ser plantadas em vasos diferentes.

Manjericão e alecrim, por exemplo, crescem bastante e precisam de um vaso um pouco maior, com 30 cm de altura. Já a hortelã produz brotos pelas raízes e é invasora, por isso deve ganhar um cantinho à parte. A rega também deve ser diária, mas sem excessos.

“Também vale lembrar que essas plantas têm um período curto de duração. Então, quando estiverem bonitas, não tenha dó de usar”, aconselha Carol.

Segredinhos das plantas

  • Vaso: dê preferência para os que têm furos na parte inferior para poder escoar a água. Os de barro, que são mais porosos, também ajudam a arejar as raízes. Para samambaias, os ideais são os de fibra de coco. Na sacada, onde venta muito, utilize vasos de plástico, que ajudam a reter a água.
  • Terra: use a vegetal, que já foi processada e está livre de fungos, bactérias e sementes de ervas daninhas. O produto pode ser encontrado em supermercados e lojas de jardinagem.
  • Adubo: tanto os líquidos (que são diluídos na água) quanto as versões em grãos devem ser aplicados a cada três meses, respeitando a quantidade descrita nas embalagens.
  • Rega: sempre no período da manhã ou no final da tarde. Nunca regar a planta no período em que o sol está quente. Vale verificar se a terra já está úmida antes de regar a planta novamente. Se estiver, espere mais ou pouco ou reduza a quantidade de água.

 

(Foto: Getty Images)