Ecologia e Meio Ambiente

Consumir produtos da safra é ajudar o meio ambiente

Ser mais sustentável na escolha dos alimentos, dando preferência ao que está em abundância e por perto, é uma ótima contribuição para o planeta

Consumir produtos da safra é ajudar o meio ambiente

O que é ter um consumo sustentável ou responsável?

Levando-se em conta que os recursos naturais do nosso planeta são limitados, o consumidor precisa ser, cada vez mais, consciente no ato da compra. Isto significa consumir melhor e desperdiçar menos, além de considerar os impactos ambientais, sociais e econômicos de suas escolhas pessoais.

No caso de alimentos in natura -  frutas, legumes e verduras - é preciso saber como e quando escolher os alimentos que se deseja, de forma que isto impacte de forma menos negativa no meio ambiente.

Por exemplo, as cerejas estão disponíveis para consumo principalmente no mês de dezembro, mas é preciso lembrar que a fruta é importada e chega de avião do Chile. Ou, ainda, optar por comer morangos em janeiro pode significar frutas que foram congeladas e armazenadas no final de setembro.

Transporte, mão-de-obra, combustível, embalagem, armazenamento... Tudo deve ser levado em conta no consumo sustentável. “Atualmente, o maior desafio da sustentabilidade da cadeia hortifrutícola é reduzir as perdas ao longo do processo de comercialização, desde a saída na roça até o domicílio do consumidor”, comenta a pesquisadora Margarete Boteon, da Escola Superior de Agricultura da USP.

O que você pode fazer

Os consumidores desempenham um papel fundamental na proteção do ambiente ao se tornarem sustentáveis. É isso mesmo! Basta dar atenção a pequenos gestos que fazem toda a diferença para o planeta, como não comprar por impulso – evitando, assim, o desperdício –, fugir de produtos em embalagens descartáveis e ser sazonal.

Sazonal? É, sim! Comprar e consumir frutas e produtos hortícolas da época, produzidos localmente, significa economizar energia e recursos extras de forma intensiva ou no transporte por longas distâncias.

Aqui, no Brasil, temos tecnologia para produzir as principais frutas e hortaliças praticamente o ano todo, além de regiões que se complementam para as principais demandas. No entanto, optar pela compra de um alimento no pico de safra - ou seja, quando há maior disponibilidade do produto - garante ao consumidor ingredientes de menor valor e com certeza de boa qualidade. 

Quando é bom comprar

Para quem quer fazer sua parte, uma boa alternativa é procurar nos hortifrutis os produtos da época. Abaixo você confere quais são os períodos de pico de safra, mês a mês, dos alimentos mais tradicionais da mesa brasileira. A lista é da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), um dos maiores centros atacadistas de alimentos do mundo, por onde passam todos os dias cerca de 10 mil toneladas de frutas, verduras, legumes, pescados e flores vindos de 1,5 mil municípios brasileiros e outros 18 países.

JANEIRO
Frutas: abacate (geada), abacaxi (havaí), figo, goiaba, laranja (pera), limão (taiti), mamão (formosa), manga (palmer), maracujá (doce)
Legumes: abobrinha (brasileira), berinjela (japonesa), jiló, pimenta (cambuci), quiabo, tomate
Verduras: alface

FEVEREIRO
Frutas:
graviola, limão (taiti), maçã (gala), melancia, pera, uva (rubi)
Legumes: abobrinha (brasileira), berinjela (japonesa), beterraba, pimenta (vermelha)
Verduras: chicória

MARÇO
Frutas:
abacate (bortuna), banana (maçã e nanica), caqui, kiwi, pera, tangerina (cravo), tamarindo
Legumes: abóbora (japonesa), batata-doce (amarela), pepino (caipira e comum)
Verduras: acelga, alface, almeirão, escarola, espinafre, nabo, repolho, rúcula

ABRIL
Frutas:
abacate (fortuna), caqui, figo, graviola, maçã (gala), maracujá (doce), uva (rubi)
Legumes: cará, chuchu, jiló, mandioca, pepino (caipira e comum), tomate
Verduras: acelga, nabo, repolho, rúcula

MAIO
Frutas:
banana (maçã e nanica), carambola, kiwi, laranja (baia), mamão (formosa), tangerina (cravo), poncã
Legumes: chuchu, ervilha-torta, inhame, mandioca, mandioquinha
Verduras: agrião, chicória, espinafre, rabanete, repolho

JUNHO
Frutas:
cupuaçu, laranja (baia), mexerica, poncã.
Legumes: abóbora (paulista), batata-doce (amarela e rosada), cará, ervilha-torta
Verduras: milho-verde, rabanete

JULHO
Frutas:
laranja (lima), maracujá (doce), mexerica, morango, poncã
Legumes: abóbora (japonesa), batata-doce (rosada), inhame, mandioca, mandioquinha
Verduras: agrião, brócolis, couve, couve-flor

AGOSTO
Frutas:
laranja (lima e pera), maracujá (azedo), maçã (fuji), mamão (formosa), morango
Legumes: abobrinha (brasileira e Italiana), batata-doce (amarela), inhame, mandioca, mandioquinha
Verduras: beterraba, brócolis, cenoura, espinafre, repolho

SETEMBRO
Frutas:
abacate (margarida), acerola, banana (maçã e prata), caju, jabuticaba, maracujá (azedo), tamarindo
Legumes: abóbora (paulista), abobrinha (italiana), alcachofra
Verduras: almeirão, aspargos, brócolis, cenoura, mostarda, palmito, rabanete

OUTUBRO
Frutas:
abacate (margarida), banana (prata), manga (tommy), nêspera, uva (thompson)
Legumes: alcachofra, beterraba, ervilha-torta, pepino (japonês), tomate (caqui)
Verduras: agrião, couve-flor, espinafre, nabo, rúcula

NOVEMBRO
Frutas:
abacaxi (pérola), amora, jaca, manga (haden, palmer e tommy), melão (amarelo), uva (thompson)
Legumes: berinjela (comum e japonesa), pepino (caipira e japonês), tomate (caqui)
Verduras: beterraba, cenoura, palmito

DEZEMBRO
Frutas:
abacaxi (havaí e pérola), ameixa, amora, framboesa, lichia, melancia, melão (amarelo), romã, uva (itália e rubi)
Legumes: pimentão (amarelo, verde e vermelho), tomate, vagem
Verduras: alho-poró, salsão

comentarios