Ecologia e Meio Ambiente

Evitar o desperdício de comida também é sustentabilidade

Cascas, talos, folhas, sementes... tudo pode ser aproveitado! E o melhor: a comida fica deliciosa e nutritiva

Evitar o desperdício de comida também é sustentabilidade

A economia dentro de casa pode começar na sua cozinha. Sabia que muitos alimentos que jogamos no lixo podem se tornar um prato delicioso e para lá de saudável?

“As pessoas nem imaginam, mas um alimento in natura - como verduras, frutas e legumes - pode ser aproveitado inteiramente. Cascas e talos são ótimos ingredientes para as mais variadas receitas”, afirma a chef  Regina Tchelly, idealizadora do projeto Favela Orgânica.

Atualmente, o Brasil é o quarto maior produtor mundial de alimentos, produzindo 126% das suas necessidades alimentícias. De toda esta riqueza, segundo a Embrapa, desperdiçamos 26,3 milhões de toneladas de alimentos por ano, que poderia alimentar mais de 35 milhões de brasileiros.

“É por isso que as pessoas precisam aprender a ser mais criativas na cozinha e pensar em como experimentar novas receitas com todas as partes dos alimentos, incluindo aquelas que todo mundo pensa que não são comestíveis”, destaca a nutricionista Nabyrie Francelino de Camargo, que atua como coordenadora de Projetos Educacionais na área de Nutrição da ONG Banco de Alimentos.

As plantas também agradecem

Outra maneira de aproveitar o que sobra dos alimentos é a compostagem – processo que pode ser utilizado para transformar diferentes tipos de resíduos orgânicos em adubo, que melhora a qualidade do solo e fortalece as suas plantinhas.

Em casa, você só precisa separar o material orgânico e colocar em um recipiente que tenha furos embaixo para o chorume poder escorrer. Esse líquido, misturado a água, pode ser colocado nas plantas.

Já o lixo deve ser colocado em uma composteira em camadas, intercalando material úmido (borra de café, cascas, talos, bagaços...) e matéria seca (folhas secas, palha de milho etc). Depois, é só dar tempo ao tempo para que tudo entre em decomposição. Esse processo leva, em média, 15 dias.

Se quiser, pode começar com algo mais simples, como usar pó de café em plantas. Ele atua como adubo caseiro, assim como a casca de ovo picada. Outra curiosidade bacana é que o pó também pode ser usado no combate à dengue, já que tem substância que bloqueia a reprodução do mosquito. Para isso, é só misturar um pouco do café na areia dos pratinhos das suas plantas.

“Eu costumo separar o que sobra dos ingredientes para reaproveitar de alguma maneira ou preparar o composto, que coloco na minha hortinha. É importante pensar na terra, já que é ela que nos dá o sustento de todos os dias, né?”, diz Regina.

Envolvendo as crianças

A chef  também conta com uma ajuda especial na cozinha. “Minhas filhas adoram cozinhar comigo. A gente testa e aprende novas receitas juntas, sempre usando o alimento em sua totalidade. Elas amam e ainda trazem as amiguinhas para aprender. É uma festa!”, comemora.

Gostou da ideia? Esinamos receitas para começar a dar os primeiros passos no aproveitamento de alimentos. É só clicar nos links e se deliciar.

 

Experimente também estas receitas abaixo, superfáceis, para o lanche da tarde. E pode acreditar: todas são d-e-l-i-c-i-o-s-a-s!

(Fotos: Getty Images e Banco de Alimentos/ Divulgação)

1
Suco de casca de abacaxi com hortelã
O tradicional suco de abacaxi com hortelã pode, muito bem, levar a casca da fruta. Veja só a receita da nutricionista Nabyrie Francelino de Camargo, da ONG Banco de Alimentos: 1/2 abacaxi com casca, 1/2 xícara (chá) de hortelã, 6 copos (americano) de água. Com uma esponja, lave bem a casca do abacaxi em água corrente. Faça o mesmo com a hortelã. Bata a casca do abacaxi, a hortelã e a água no liquidificador. Depois é só coar e adoçar a gosto. Rende 8 porções de 250 ml.
2
Patê de talos
A salada de agrião e o espinafre refogado no almoço podem render um gostoso patê, dica da nutricionista Nabyrie. Você vai precisar de: talos de 1 maço de agrião, talos de 1 maço de espinafre, 2 colheres (sopa) de óleo, 1 cebola picada, 2 colheres (sopa) de salsa picada, 1 colher (sopa) de sal, 10 colheres (sopa) de maionese, 2 potes de iogurte natural, 700 g queijo prato. Lave bem os talos e pique-os em pedaços pequenos. Em uma panela, aqueça o óleo e acrescente a cebola. Deixe refogar. Em outro recipiente, coloque os talos e deixe-os cozinhando até ficarem mais moles. Na panela com a cebola picada, acrescente os talos cozidos e salsa picada. Deixe refogar. Acrescente o sal. Deixe a mistura esfriar por uns instantes e acrescente o iogurte. No liquidificador, bata a mistura e coloque, aos poucos, a maionese e o queijo prato.