Ecologia e Meio Ambiente

Tecnologia em prol do meio ambiente

Na era dos smartphones, aplicativos verdes buscam ajudar na preservação do planeta

Tecnologia em prol do meio ambiente

Século XXI é sinônimo de avanço tecnológico e de uma geração mais conectada. Uma recente pesquisa apontou que 36% dos brasileiros já possuem um smartphone – o que equivale a 3 em cada 10 pessoas. E mesmo diante de um império eletrônico, a preocupação com o meio ambiente não foi deixada de lado. Isso acontece graças a desenvolvedoras que se dedicam a criar aplicativos com este enfoque. Claro, não dá para salvar o mundo com eles, mas dá para minimizar os impactos na natureza.

Em um mar de apps disponíveis nas lojas virtuais, você pode encontrar alguns que se propõe a melhorar o trânsito das grandes cidades, a mudar os hábitos de consumo e até a maneira como você se relaciona com as pessoas e o planeta. Veja algumas boas alternativas:

  • Aluguel de bicicleta e rotas: há aplicativos que fornecem as redes de estações espalhadas pelas cidades. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, por exemplo, algumas iniciativas já funcionam bem e contam com vários adeptos. Você pode, por exemplo, baixar o app e paga uma taxa de adesão (com cartão de crédito) e, quando quiser dar uma volta de bike, é só checar no mapinha a estação mais próxima de você – e, no local, usa o smartphone para liberar o meio de transporte. E para quem deixa o carro na garagem e usa a bicicleta para se locomover, existem aplicativos que indicam rotas adequadas e mais recomendadas para o trajeto que o ciclista quer fazer.

 

  • Pontos de reciclagem: você separa o lixo, mas não faz ideia de onde levar os materiais que podem ser reciclados. Sim, tem aplicativo para isso também! Geralmente eles mostram, em um mapa, as cooperativas de catadores e empresas que fazem esse tipo de serviço. Tem até apps que apontam pontos de coleta de lixo eletrônico e dão dicas sobre quais os tipos de lixo eletrônico e como descartá-los.

 

  • Animais perdidos: a tecnologia também ajuda na localicalização de pets que se perderam de seus donos. Nos serviços disponíveis, é possível informar onde o bichinho desapareceu ou onde foi encontrado. Também dá para adicionar fotos e informações de contato.

 

  • Controle de CO2: quer saber quanto você impacta no meio ambiente? Alguns aplicativos calculam quanto de carbono você emite se fizer o trajeto de carro e quanto pode reduzir se for andando, de ônibus ou de bicicleta.

 

  • Economizar combustível: há aplicativos que usam sensores de movimentos embutidos no celular para calcular a velocidade e a aceleração do carro, ensinando como dirigir de forma mais econômica e sustentável.

 

  • Menos energia: existem apps que ajudam a gastar menos eletricidade. Você lista quais eletrodomésticos têm em sua casa e o aplicativo calcula quanto vai gastar de luz e dá sugestões para reduzir o consumo.

 

  • Conhecer as espécies de animais e plantas: são ótimos para crianças que querem descobrir mais sobre o ecossistema. Você digita o local onde está e o aplicativo mostra as informações sobre as espécies nativas daquele lugar. Também dá para contribuir com fotos e dados de animais e plantas que não estão cadastrados.

 

  • Jardineiro de plantão: ensina a cuidar de plantas e hortas. Os apps dão várias dicas e permitem que você não se perca nos cuidados com as plantas, podendo agendar dia e horário de regas, por exemplo.

 

  • Economizando a água: tem app que ajuda a diminuir o tempo de banho, dando dicas práticas para gastar menos água e ainda sair limpinho e cheiroso.

 

  • Carro mais sustentável: os aplicativos mostram o nível de emissão de poluentes de diversos modelos de veículos disponíveis no mercado, dando uma nota de acordo com a medição. Também é possível usar com motos e caminhões.

 

  • Sem teste em animais: e tem até applicativos com função de mostrar os produtos que estão livres de crueldade animal. Para tanto, contam com banco de dados atualizado, possibilitando que o usuário faça uma pesquisa por categoria de empresa e produto. Assim dá para saber se os itens que você compra foram ou não testado em animais.