Educação e Desenvolvimento

Como estimular a criatividade do seu filho

Por Nívea Salgado
@Mildicasdemae

Sabia que essa pode ser uma das habilidades mais valorizadas no futuro?

Como estimular a criatividade do seu filho

Você já parou para pensar em como as crianças são naturalmente criativas? Elas encontram mil usos para objetos que nós, adultos, só utilizamos de uma maneira, inventam tantas palavras que poderiam criar um novo dialeto inteiro!

Para mim, é de uma beleza imensa essa habilidade nata que elas têm de criar, e que, infelizmente, vai ficando mais restrita com o passar do tempo. 

Mas é claro que, com algumas ações simples, nós podemos permitir que essa criatividade continue sendo expressada. Dê uma olhadinha na lista que fiz a seguir - lembrando que são dicas práticas de mãe, e não a opinião de um profissional especializado em desenvolvimento infantil, ok?

1) Permita que seu filho brinque livremente. Isso parece óbvio, não é mesmo? Mas sabe que é cada vez menos frequente que as crianças tenham tempo para brincar, sem serem dirigidas? Às vezes, com a melhor das intenções, queremos delimitar as regras de uma brincadeira, mostrar como um brinquedo funciona. Ao invés de fazer isso, deixe que o pequenino explore o novo objeto do seu jeito (até exercitando os cinco sentidos!), que dê a ele uma utilidade que, para você, não caberia naquela situação. Lembre-se de que o filhote está descobrindo o mundo (e pode ser que, pensando "fora da caixinha", ele te mostre uma maneira diferente de brincar, muito mais bacana!).

2) Providencie texturas, cores, formas diferentes, para uma exploração mais rica. Sabe o que isso significa, em última instância? Que seu filho vai se sujar, e muito! E se você for o tipo de mãe que não gosta de bagunça, freie um pouco o impulso de sair limpando tudo antes do fim da brincadeira (e com o tempo você se acostuma com as tintas espalhadas, a areia, os papéis picados, e entra na diversão!).

3) Passeie. Leve seu filho, mesmo ainda pequenininho, a bibliotecas, livrarias, museus! Nada melhor do que o contato com a arte e a literatura para fomentar a criatividade de uma criança! Mas também são válidos os passeios no parque (já imaginou como seu filho pode brincar com folhas e gravetos?) e até à feira (com tantas cores e aromas diferentes, sua imaginação vai correr solta!).

4) Pergunte. Se você notar que seu filho está fazendo algo de forma automática (o que é normal; com o tempo ele passará a fazer alguns processos dessa maneira), pergunte se há alguma outra maneira de executar a mesma função. Assim, ele vai percebendo que há diversos caminhos mentais para se chegar ao mesmo lugar!

5) Deixe a pressa de lado. Porque apressar um filho para que ele adquira certo conhecimento é fazê-lo perder a oportunidade de tentar de muitas formas! Por isso, deixe que ele finja que está lendo (ao invés de fazer com que ele memorize o alfabeto), que pinte fora do desenho para depois se concentrar na parte de dentro, que pinte o mar de cor de rosa e as árvores de roxo!

(Foto: 123RF)

comentarios criatividade, filhos, crianças